Nokia reafirma interesse em retornar ao mercado de smartphones em 2016

Por Redação | 14 de Julho de 2015 às 11h06

A Nokia comunicou nesta terça-feira (14) sua intenção de voltar a entrar no mercado de smartphones. Reiterando sua afirmação de que estaria trabalhando para se tornar mais uma concorrente no mercado de dispositivos móveis desde a venda de seu segmento mobile para a Microsoft, a finlandesa declarou que seus planos incluem encontrar um parceiro de licenciamento que se responsabilize pela fabricação e distribuição dos smartphones, algo semelhante ao que acontece com o tablet Nokia N1.

A nota emitida no site oficial da empresa afirma também que a Nokia terá que reestruturar suas capacidades de marketing e distribuição, que foram perdidas com a negociação com a Microsoft.

"O caminho de volta para o mercado de telefones móveis para Nokia só poderá acontecer através de um modelo de marca de licenciamento. Isso significa identificar um parceiro que possa ser responsável por todo o apoio de fabricação, vendas, marketing e atendimento ao cliente para um produto", afirma o comunicado emitido pela empresa. "Essa é a única maneira possível que vemos de retornar para o segmento de dispositivos móveis e estaríamos orgulhosos de poder trazer a marca Nokia de volta e da maneira como as pessoas esperam", conclui a nota.

Levando em conta que a Nokia escolheu o Android para equipar o Nokia N1, o primeiro lançamento de dispositivo da empresa depois da negociação com a Microsoft, é provável que tenhamos um novo smartphone da Nokia com o sistema operacional do Google.

Sobre o retorno da marca ao mercado de dispositivos móveis, é importante ressaltar que a empresa ainda não possui permissão para utilizar o nome Nokia em seus devices até o quarto trimestre de 2016, algo incluso na negociação com a Microsoft. Assim, a empresa deverá realizar um acordo com a companhia de Redmond para poder lançar seus aparelhos antes do final de 2016.

Robert Morlino, porta-voz da Nokia Technologies, afirmou que essa negociação pode ser complicada, mas que é importante tentar. "Por 14 anos a Nokia foi a maior fabricante de celulares do mundo e a marca se tornou um nome familiar que evocou qualidade, inovação e conexão humana. A marca ainda é reconhecida dessa maneira por milhões de pessoas ao redor do mundo", declarou.

Fonte: Nokia

Fonte: http://www.androidcentral.com/nokia-reaffirms-plans-get-back-smartphone-business

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.