Nada de Brasil: três novos países recebem Apple Watch no fim do mês

Por Redação | 21 de Julho de 2015 às 11h53
photo_camera Divulgação

Parece que os interessados brasileiros terão que esperar mais um pouco até poderem colocar as mãos no Apple Watch. Ao contrário do que era esperado e especulado há algumas semanas, o Brasil não está na lista de novos países que receberão o dispositivo oficialmente no dia 31 de julho – da qual fazem parte apenas Nova Zelândia, Rússia e Turquia.

Os estoques limitados e um cuidado maior na entrada em uma nova categoria de produtos estariam levando a Apple a apostar em uma dinâmica diferente para o lançamento de seu relógio inteligente. Nos EUA, por exemplo, nada de filas nas portas das lojas e fãs madrugando para colocar as mãos no produto – as pré-vendas aconteceram apenas online e só depois o aparelho chegou no varejo convencional.

É justamente esse aspecto que também está levando a Apple a adotar uma iniciativa diferente em sua expansão internacional. A cada duas semanas, alguns novos países recebem o produto de forma oficial. Em 17 de julho, foi a vez da Holanda, Suécia e Tailândia. Portanto, sempre existe a chance de que o Brasil esteja na próxima leva, marcada para 14 de agosto.

Os preços por aqui, entretanto, devem ser salgados. Vendido a, no mínimo, US$ 349 nos Estados Unidos, o Apple Watch deve desembarcar no Brasil custando a partir de R$ 1.799, de acordo com informações extraoficiais. Esse preço seria o do modelo Sport, com pulseira de borracha e corpo em alumínio, com o menor tamanho de tela. A versão maior sairia por R$ 2.099 e os valores só aumentam quando se fala nas edições mais incrementadas, com um valor que chegaria a até R$ 98 mil pela edição em ouro 18 quilates.

Por enquanto, porém, tudo não passa de especulação. A Apple ainda não se pronunciou sobre um lançamento oficial do Watch no Brasil e o produto continua sem previsão para aterrissar por aqui.

Fonte: MacMagazine

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.