Na contramão da crise, e-commerce brasileiro deve crescer 12% neste ano

Por Redação | 02 de Janeiro de 2017 às 12h43

O comércio eletrônico brasileiro deve movimentar R$ 59,9 bilhões neste ano, o que, se confirmado, representará um crescimento de 12% em relação a 2016, segundo projeção da ABComm - Associação Brasileira de Comércio Eletrônico. Este ano também deve registrar mais de 200 milhões de pedidos nas lojas virtuais.

A expectativa é que o setor atinja a marca de 38,5 milhões de compradores únicos nas 71 mil lojas virtuais existentes, consolidando a tecnologia no cotidiano dos brasileiros. Além disso, a participação das PMEs no faturamento do comércio eletrônico deve aumentar para 25%.

“O e-commerce resiste à crise econômica no país e segue crescendo, cada vez mais atrativo para consumidores e empreendedores. Este mercado continua contratando e gerando emprego e arrecadação”, comenta Mauricio Salvador, presidente da ABComm.

Em 2016, o e-commerce cresceu 11% no país, comparado ao ano anterior, e obteve um faturamento de R$ 53.491 bilhões. No total, foram 179 milhões de pedidos feitos nos sites de comércio eletrônico.

Fonte: E-commerceBrasil

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.