Motorista do Uber é morto durante viagem em São Paulo

Por Redação | 23 de Setembro de 2016 às 18h57

Um motorista do Uber foi assassinado quando prestava uma corrida para o aplicativo. O incidente ocorreu na noite da quinta-feira (22), quando o motorista trabalhava próximo à favela de Heliópolis, em São Paulo.

A vítima foi Osvaldo Modolo Filho, 52 anos, que trabalhava para o aplicativo de caronas desde o início do ano. Ele levou dois tiros, um no rosto e outro na mão. Além disso, ele teve ferimentos por facadas.

O Uber confirmou a informação sobre o assassinato, mas não deu maiores pronunciamentos sobre o ocorrido, além de afirmar que "vai colaborar com as autoridades nas investigações para levar quem cometeu este crime à Justiça". A companhia alegou que este foi o primeiro incidente do tipo desde que a empresa chegou no Brasil em 2014.

Segundo outros motoristas do aplicativo, ele foi atacado durante uma corrida paga em dinheiro, modalidade em que os passageiros não precisam inserir tantos dados, como é o caso do cartão de crédito, método de pagamento tradicional do Uber.

Centenas de motoristas da Uber se reuniram nesta sexta (23) em um protesto na zona oeste de São Paulo, para exigir medidas de segurança e mais transparência da empresa norte-americana. Segundo alguns funcionários, a inclusão do modo de pagamento em dinheiro aumentou a insegurança dos motoristas, com ocorrências de assaltos e agora uma morte.

Fonte: G1

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.