Microsoft vai proibir uso de senhas fáceis, como 123456 ou qwerty

Por Redação | 27.05.2016 às 14:15

Preocupada com o recente vazamento de 167 milhões de senhas do LinkedIn, a Microsoft resolveu barrar o uso de senhas fáceis de seus usuários. O sistema, já existente no Xbox, Outlook e One Drive, segue em fase de testes no Azure, sua plataforma de computação em nuvem.

Segundo Alex Weinert, gerente de segurança de identidade do Azure, os hackers possuem semelhanças com os especialistas da empresa. "Criminosos cibernéticos e o time de proteção do Azure têm uma coisa em comum: os dois analisam senhas que são usadas mais frequentemente. O que nós fazemos com os dados é impedir que você crie uma senha parecida com a das listas, para que os ataques não sejam bem sucedidos", disse.

A Microsoft informou que as piores senhas são "123456" e "qwerty". Já as mais complexas, difíceis de serem adivinhadas, são compostas por uma combinação de símbolos, números, letras maiúsculas e minúsculas.

Além disso, Weinert garante que a lista de senhas fáceis da gigante de Redmond é atualizada constantemente, junto com as senhas mais utilizadas pelos hackers em suas invasões. O novo serviço deve chegar a mais de 10 milhões de usuários nos próximos meses.

Via: Security Week