Microsoft vai pagar até US$ 15 mil por bugs encontrados no Visual Studio

Por Redação | 23 de Outubro de 2015 às 08h29

A Microsoft iniciou um programa de recompensas com duração de três meses que irá premiar quem encontrar bugs em duas ferramentas específicas que fazem parte do Visual Studio 2015. A novidade aplica-se às versões beta do CoreCLR, o motor de execução do .NET Core, e do ASP.NET, a plataforma da Microsoft para o desenvolvimento de aplicações Web.

As gratificações variam entre US$ 500 e US$ 15 mil, dependendo da complexidade do bug encontrado. A maior recompensa vai para quem encontrar um erro de execução de código remoto com direito a uma demonstração de seu funcionamento, um relatório completo sobre o problema e como enfrentá-lo.

O programa de recompensas foi aberto dia 20 de outubro e terminará no dia 20 de janeiro de 2016. A Microsoft é uma das gigantes da tecnologia que decidiu abraçar o trabalho dos pesquisadores independentes, oferecendo gratificações pelo seu trabalho a favor dos produtos da empresa.

A vantagem deste tipo de programa é que diversas pessoas diferentes passam a examinar o código, aumentando as chances de encontrar erros que poderiam ser explorados futuramente. Pesquisadores interessados em participar devem ler com atenção os termos do programa de recompensa da Microsoft.

O Visual Studio 2015 foi lançado em julho deste ano, juntamente com uma nova edição do .NET Framework 4.6, trazendo novidades e recursos que facilitam a criação de aplicativos compatíveis com diferentes plataformas.

Via PC World