Microsoft vai ajudar a desenvolver software para indústria de maconha nos EUA

Por Redação | 16.06.2016 às 22:55 - atualizado em 17.06.2016 às 07:21

A Microsoft anunciou que vai atuar na indústria do cultivo e comercialização legal da maconha nos Estados Unidos. Isso porque esse mercado é visto como um grande potencial por lá, já que o uso recreativo e medicinal da planta é permitido em 20 estados, abrindo um leque de oportunidades para a empresa, principalmente no setor da tecnologia.

Para isso, a companhia fechou uma parceria com a Kind Financial, uma startup de Los Angeles que desenvolve um software para empresas relacionadas ao ramo da maconha, permitindo que os produtores tenham total controle das plantações de ervas até o ponto de venda. Nesse caso, o papel da Microsoft na parceria é ajudar a startup a desenvolver esses softwares com seus mecanismos.

“O objetivo dessa parceria é alavancar os recursos de cada empresa para fornecer aos estados e municípios soluções criadas especialmente para tecnologia de rastreamento”, afirmou a startup em um comunicado.

Além disso, a Kind Financial também oferece quiosques onde a substância é comercializada com um programa de gestão de caixas, já que muitas lojas que vendem maconha são, de certa forma, prejudicadas pela falta de vontade dos bancos para lidar com o dinheiro vindo desse nicho.

De acordo com o analista financeiro Matthew Karnes, o mercado da maconha nos Estados Unidos aqueceu ainda mais a economia do país. Em 2015, essa indústria movimentou cerca de US$ 4,8 bilhões e, neste ano, esse número pode saltar para US$ 6,5 bilhões. Até 2020, a previsão é que chegue a US$ 25 bilhões.

Via: The New York Times