Microsoft se une à HP e Intel para fazer Cortana competir com Google Home

Por Redação | 11 de Maio de 2017 às 12h50

Pelo visto, depois dos tablets e dos relógios inteligentes, as grandes empresas de tecnologia encontraram um novo nicho para ser explorado: os assistentes domésticos. Depois do Amazon Echo e do Google Home, parece que as companhias viram que é possível levar seus serviços para dentro das casas de uma forma um pouco diferenciada, e agora é a Microsoft quem prepara seu movimento nesse sentido, expandindo os poderes da Cortana.

A companhia anunciou que está desenvolvendo dispositivos semelhantes aos que já são disponibilizados pela concorrência. Para isso, no entanto, ela preparou algumas parcerias especiais que vão ajudá-la a entrar nesse mercado. Segundo a Microsoft, Intel e HP vão trabalhar no desenvolvimento desses aparelhos inteligentes. A ideia seria manter a estratégia de união que já vem dando certo nos PCs, mas desta vez com assistentes integrados à Cortana.

Calma que não é essa a Cortana que você vai ter em casa

A confirmação foi feita durante a Build 2017 nesta quarta-feira (10), evento da gigante de softwares que acontece nesta semana na cidade norte-americana de Seattle. Quem esperava mais detalhes dessa parceria acabou ficando na mão, já que praticamente nada foi dito sobre os gadgets. No entanto, as possibilidades que se desenham à frente se mostram bastante promissoras, principalmente por causa da parceria envolvendo a Intel.

Não é segredo para ninguém que a companhia sempre investiu em inovação, seja em termos de software ou no próprio hardware — basta ver seus processadores. Isso significa que um trabalho em conjunto com a empresa dá à Microsoft um arsenal bem poderoso para bater de frente com as alternativas da Google e da Amazon, que contam com uma arquitetura proprietária. Assim, é bem possível que a empresa utilize todo o poder de fogo da Intel para turbinar sua assistente. Só não é possível prever com exatidão como isso vai se diferenciar do Home e do Echo, por exemplo.

Já a união com a HP segue um modelo mais tradicional, ou seja, oferecendo mais a parte do hardware do que do sistema em si. Levando em conta os frutos de parcerias anteriores entre as duas empresas, é bem provável que a HP forneça o corpo desses assistentes, enquanto a Cortana seja realmente a alma da coisa toda.

Via: Engadget

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.