Microsoft estende garantia do Windows e SQL Server para 16 anos

Por Redação | 12.12.2016 às 09:32

A Microsoft anunciou nesse fim de semana que está estendendo a garantia do Windows Server 2008 R2 e do SQL Server 2008 para 16 anos. Originalmente, os servidores contam com uma garantia de dez anos, dos quais os cinco iniciais são de suporte total e os cinco restantes são de suporte a correções de bugs e falhas de segurança.

Com o novo plano de garantia, batizado de "Premium Assurance", tanto o Windows Server quanto o SQL Server ganham seis anos adicionais de suporte. Nesse período, administradores de sistemas e de banco de dados terão falhas consideradas "críticas" e "importantes" corrigidas até 2026 para o Windows e até 2025 para o SQL.

Os novos planos são ideais para os negócios cujos sistemas são tão complexos que ainda não puderam migrar para a nuvem. Além disso, é uma forma de a Microsoft dizer que está tudo bem não migrar agora e que há tempo de sobra para que as equipes trabalhem nisso.

O "Premium Assurance" só começará a ser ofertado no início de 2017 e os preços serão baseados na quantidade de licenças que a empresa possui e quando ela pretende fazer a contratação. Por exemplo, caso opte por assinar a nova garantia entre março e junho de 2017, a empresa terá de pagar 5% dos custos atuais que tem com suas licenças. Caso opte por postergar a aquisição do plano, digamos para julho de 2019, esse porcentual sobe para 12% e assim por diante, como revela este documento.

Além do novo plano de garantia, a Microsoft disse que uma nova versão do Windows Server está a caminho e que ela dará continuidade às inovações de nuvem híbrida, segurança multicamadas, containers e nanosservidores implementadas pelo Windows Server 2016. Não se sabe, entretanto, se a empresa está falando de um Windows Server 2016 R2 ou de um novo servidor completo, tampouco quando ele será lançado.

Via Microsoft Technet