Microsoft estaria planejando vender marca Nokia para a Foxconn

Por Redação | 16 de Maio de 2016 às 09h14

A divisão mobile da Microsoft não tem obtido bons resultados nos últimos trimestres, com desempenhos muito abaixo das concorrentes e que impedem que a empresa de Redmond consiga um espaço maior no mercado de celulares e smartphones. Por conta disso, um novo rumor aponta que ela estaria planejando encerrar as atividades da divisão de celulares (feature phones) e licenciar a marca Nokia para a Foxconn, fabricante que trabalha na montagem dos iPhones.

De acordo com um relatório, o acordo de licenciamento da marca Nokia seria até 2024, período em que a marca ainda estaria sobre os direitos da Microsoft. No caso da divisão de celulares, a Microsoft convenceu-se de que trabalhar com hardware não é a melhor opção neste momento, especialmente levando em consideração que a empresa vendeu apenas 15 milhões de aparelhos nos primeiros meses do ano.

Para colocar fim aos prejuízos, a empresa estaria planejando uma reestruturação interna nessas divisões, que levaria metade da mão de obra do setor mobile a trabalhar com o pessoal da linha Surface, enquanto que a outra metade seria demitida. Caso se concretize, essas demissões iriam se somar às 18 mil já realizadas desde que a Microsoft comprou a divisão de celulares da Nokia em 2014.

No último ano, a casa do Windows tem se movimentado pouco em relação ao setor mobile, com poucos lançamentos e rumores de encerramento da linha Lumia. De março a outubro de 2015, ela não lançou nenhum dispositivo, voltando a ativa apenas com os lançamentos do Lumia 550, 950 e 950 XL. Em fevereiro, a corporação anunciou o Lumia 650, o qual muitos dizem ser o último dispositivo Lumia do mercado, já que as especulações apontam para o surgimento do Surface Phone e diferentes versões.

Com a redução do setor de hardware móvel, a Microsoft acredita que mais fabricantes se interessem em licenciar o Windows 10 Mobile para seus novos dispositivos. Vale lembrar que todas as informações citadas não são oficiais, mas os acontecimentos e as movimentações do setor e da empresa não deixariam ninguém surpreso caso os rumores se confirmem.

Fonte: MSPoweruser

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.