Siga o @canaltech no instagram

Microsoft compra 10 milhões de fitas de DNA para armazenamento de dados

Por Redação | 28 de Abril de 2016 às 08h42
Tudo sobre

Microsoft

Saiba tudo sobre Microsoft

Ver mais

De acordo com especialistas, todos os dias são criados mais de 2,5 exabytes de dados, sendo que 90% de todos os dados do mundo foram criados nos últimos dois anos. Esses números gigantescos mostram a necessidade de investimento em novas tecnologias de armazenamento, e uma startup norte-americana tem uma solução interessante.

Chamada Twist Bioscience, a empresa utiliza moléculas de DNA sintéticas criadas para armazenar grandes quantidades de dados. O uso desse tipo de tecnologia permite, além da capacidade de armazenamento, segurança e durabilidade, já que os dados podem permanecer intactos por milhares de anos.

Diante da tecnologia desenvolvida pela startup, a Microsoft anunciou que testará o método. De acordo com Doug Carmean, do setor de pesquisas da companhia, como o número de dados da gigante vem crescendo exponencialmente, são necessárias novas maneiras de armazenamento seguro e de longo prazo.

Participe do nosso Grupo de Cupons e Descontos no Whatsapp e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Para o experimento, a Microsoft já comprou da Twist Bioscience 10 milhões de fitas de DNA, sendo que em apenas 1 milímetro cúbico é possível armazenar absurdos 1 exabyte - ou 1 bilhão de gigabytes de dados. Ainda não se sabe exatamente de que forma as fitas de DNA serão utilizadas pela Microsoft, mas sem dúvida a solução é bastante interessante para manter quantidades gigantescas de dados em espaços minúsculos.

Fonte: Slashdot, Business Insider

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.