Microsoft anuncia programa de treinamento para certificação em Linux

Por Redação | 10 de Dezembro de 2015 às 11h48
photo_camera Swapnil Bhartiya

Algo que parecia impensável há algum tempo está acontecendo: a Microsoft está incentivando profissionais de tecnologia da informação a se especializarem em Linux. E tal incentivo vem na forma de um programa de treinamento no sistema livre, no qual estão baseadas todas as soluções empresariais nas nuvens da companhia, a plataforma Azure.

A Microsoft começou a divulgar a novidade nesta quarta-feira (9), e o programa vai contar com uma certificação específica para ele — a Certificação de Soluções Associadas da Microsoft (MCSA, na sigla em inglês) em Linux para Azure. E a grande parceira da empresa de Redmond nesta empreitada é ninguém menos do que a própria Fundação Linux, organização sem fins lucrativos responsável por fomentar a expansão do sistema operacional do pinguim.

“A Fundação Linux é a organização que lidera a representação dos interesses de nossos sócios no ecossistema de código aberto”, informa o evangelista-chefe da Microsoft, Steve Guggenheimer. “Isso, combinado ao seu comprovado compromisso com certificações profissionais baseadas em desempenho e flexivelmente distribuídas, faz dela a escolha natural para nossa parceira nas certificações de Linux para Azure”.

Para obter a certificação, profissionais devem ser aprovados no exame 70-533 (implementação de soluções de infraestrutura do Azure), da Microsoft, e na prova da Administrador de Sistemas Certificado da Fundação Linux (LFCS), da Fundação Linux. Este novo certificado já está disponível desde esta quarta-feira.

Microsoft ama o Linux

Satya Nadella, presidente da Microsoft. (Foto: Divulgação/Microsoft)

Parceria duradoura pela frente

“Os dois exames combinam as capacidades de administração de Linux e de implementação do Microsoft Azure e vão demonstrar a habilidade do candidato em desenvolver, implementar e manter as complexas soluções de Linux para nuvem que aproveitam as vantagens dos extensivos recursos do Microsoft Azure”, informa o comunicado divulgado pela empresa fundada por Bill Gates e Paul Allen.

Uma das razões para que a Microsoft aposte nas soluções de Linux vem justamente do fato de que as ferramentas nas nuvens vêm se tornando cada mais importantes e presentes no dia a dia de pessoas e empresas. Assim, ter um sistema robusto oferecendo suporte para estas necessidades se torna uma prioridade cada vez maior em detrimento dos softwares para desktop — afinal, tanto faz a ferramenta usada pela MS desde que as pessoas resolvam contratar os seus serviços e não os de rivais como Google ou Amazon.

Fonte: Microsoft

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.