Microsoft abre loja próxima da Apple Store da Quinta Avenida, em Nova Iorque

Por Redação | 26 de Outubro de 2015 às 10h58
TUDO SOBRE

Apple

A loja da Apple na Quinta Avenida, na cidade de Nova Iorque, é uma das mais importantes da companhia em todo mundo. Conhecida como Cube, ela é um dos destinos dos amantes de tecnologia na cidade. Agora, no entanto, os geeks de todo o mundo terão mais um motivo para visitar as intermediações da cidade norte-americana, pois a Microsoft inaugurou nesta segunda-feira (24) uma nova loja cinco quadras ao sul da famosa rua. Para atrair um grande público, a empresa está até oferecendo ingressos para um show do rapper Pitbull.

A nova Microsoft Store é mais uma recente iniciativa da empresa para construir uma forte relação com os consumidores e trazer de volta um pouco de emoção a seus produtos e serviços. Depois de anos oferecendo software para seus parceiros de hardware, a Microsoft agora tenta ter uma visão mais direta com o objetivo de difundir ainda mais o Windows 10 para os consumidores.

Nova loja da Microsoft

A nova loja, q2560

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

ue foi ocupada anteriormente pela varejista de moda italiana Fendi, irá exibir os produtos da companhia de maneira direta, dando destaque ao Surface Pro 4 e ao Surface Book. Em contexto geral, o estabelecimento de cinco andares é bastante semelhante as mais de 110 lojas da marca na América do Norte. Há um espaço amplo e muitas luzes brilhantes, junto com áreas dedicadas a diferentes setores do Windows 10. O segundo piso é destinado ao suporte técnico e a aulas e oficinas que lidam diretamente com dispositivos e softwares associados com o novo sistema. O grande destaque da loja, no entanto, são as 36 telas unidas que formam um "telão" com o objetivo de mostrar os produtos da empresa.

Nova loja da Microsoft

Apesar de todo esse apelo, aparentemente o principal objetivo da Microsoft é promover os produtos e não vendê-los. Fato que reforça essa teoria é um andar inteiro dedicado aos amantes de games, que poderão se divertir com os jogos do Xbox One, por exemplo. Nenhum dos dispositivos ou aparelhos em exibição estão amarrados, o que permite aos usuários pegarem e avaliar melhor os produtos.

"Para nós, trata-se de sentar e educá-los", diz David McAughan, COO da Microsoft para Lojas de Varejo e Online. "É muito semelhante com testar um carro. Uma das razões dos consumidores entrarem no carro é que, uma vez que fazem isso, irão se apaixonar por ele".

Fonte: CNET e Wired

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.