Microsoft abre centro de segurança para combater o cibercrime na América Latina

Por Redação | 25 de Fevereiro de 2017 às 19h45

A Microsoft anunciou uma nova iniciativa destinada a vender suas inteligências de segurança cibernética para órgãos do setor público em toda a América Latina.

A empresa explica que o Cybersecurity Engagement Center, localizado no México, chegou para reforçar seu compromisso de "ajudar pessoas, empresas e países da América Latina a prosseguir sua jornada rumo à transformação digital".

"Na Microsoft, estamos empenhados em investir na região para que possamos trazer nossas capacidades de segurança cibernética para os clientes, identificando as ameaças atuais que afetam a prosperidade da economia. Com a abertura deste Centro de Segurança Cibernética, estamos oferecendo aos nossos clientes proteção contra ataques e riscos de segurança, bem como formas de detectá-los e encontrar soluções ", explicou Jorge Silva, gerente geral da Microsoft México.

Uma das funções do novo centro é permitir que especialistas em segurança cibernética do México e de outros países da América Latina trabalhem com especialistas da Microsoft para combater o cibercrime em conjunto, além de servir como uma sede para o desenvolvimento de atividades de formação voltadas para as autoridades e o setor público.

A novidade representa parte de um esforço da Microsoft para posicionar-se como uma empresa focada em segurança. Essa é uma decisão crucial em uma época em que empresas e organizações do setor público estão cada vez mais migrando para a nuvem.

A Microsoft fez uma série de aquisições notáveis no setor segurança cibernética para reforçar a sua experiência interna e cimentar seu posicionamento como uma empresa de nuvem.

Fonte: Microsoft

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.