Metade dos americanos considerariam comprar um carro do Google ou da Apple

Por Redação | 06 de Setembro de 2016 às 16h00

Um levantamento feito pela TECHnalysis Research mostra que o interesse dos americanos por carros do Google ou da Apple é grande. Apesar de ainda não lançarem nenhum automóvel, especula-se que ambas as empresas tenham interesse de disponibilizar veículos com tecnologia autônoma no futuro. A pesquisa ouviu 1 mil residentes nos Estados Unidos que atualmente possuem carro ou tem planos de comprar um automóvel novo nos próximos dois anos.

A pesquisa pediu para que os entrevistados afirmassem qual marca de carro que eles estariam interessados em considerar para compra, e tanto a Apple como o Google passaram a figurar na lista. Metade dos entrevistados afirmaram que pelo menos iriam considerar adquirir um carro da Apple ou do Google, sendo que a Gigante das Buscas tem uma ligeira vantagem em preferência. Um em cada 10 disseram que definitivamente comprariam um carro do Google ou da Apple.

Outro dado interessante é o fato de usuários de iPhone estarem mais interessados em um carro da Apple. Cerca de 69% deles expressam pelo menos interesse em considerar a possibilidade de adquirir um veículo da Maçã. Já entre os usuários de smartphones Android, esse número fica em 45%.

Pesquisa TECHnalysis Research

É claro que o levantamento se baseou na hipótese das marcas lançarem seus automóveis. Existem diversos relatos de que a Apple estaria desenvolvendo um carro, mas não há nada confirmado. Já o Google está em fase de testes há algum tempo, colocando seus automóveis em estradas americanas para aprimorar sua tecnologia de autocondução. Rumores indicam que o Google não lançará uma marca própria de automóvel, mas, em vez disso, irá se unir a uma grande montadora e oferecer a tecnologia autônoma necessária.

Há uma certeza de que tanto a Apple como o Google não irão disponibilizar nenhum automóvel para o consumidor final no próximo ano. Caso exista a intenção das empresas em lançar seus modelos no mercado, isso deverá demorar alguns anos. Apesar disso, as companhias podem ter a certeza que, em caso de lançamento, poderão contar com um público curioso e interessado em seus veículos.

Via TNW, FastCompany

Canaltech no Facebook

Mais de 370K likes. Curta nossa página você!