Metade de usuários de online banking são clientes de fintechs

Por Redação | 05.12.2016 às 10:39

As fintechs, startups que atuam no segmento financeiro, chegaram para ficar e rivalizar com os serviços bancários tradicionais, e parece que os usuários já estão cientes disso. De acordo com a pesquisa World FinTech Report, metade dos usuários de serviços financeiros online ao redor do mundo já são clientes de uma fintech.

O levantamento, conduzido pela Capgemini e pelo LinkedIn, em colaboração com a Efma, constatou que as fintechs estão ganhando força e reconhecimento entre os mais jovens e entre clientes com maior poder aquisitivo.

Quanto aos detalhes demográficos, mercados emergentes como o asiático lideraram a adoção, sendo que mais de 75% dos clientes na China e na Índia responderam já ser clientes de serviços de FinTechs. Os países seguintes na lista são Emirados Árabes e Hong Kong.

Segundo os entrevistados, na parte da gestão de investimentos as fintechs foram contratadas exclusivamente por 17% dos clientes. Outros 27% as usam adicionalmente aos fornecedores tradicionais.

Como o mercado de fintechs é bastante segmentado, a pesquisa constatou também que quase metade dos clientes - cerca de 46% - usam serviços com mais de três fintechs.

Apesar do crescimento, o desafio das fintechs é o de conquistar a confiança dos usuários. Apenas 24% dos clientes disseram confiar na FinTech que utiliza, em comparação com 37% que confiam nas instituições financeiras tradicionais.

Segundo Penry Price, VP de soluções de marketing do LinkedIn, o aumento das expectativas dos clientes para experiências digitais mais personalizadas e avanços na tecnologia criaram um terreno fértil para o crescimento das FinTechs.

"As FinTechs estão ganhando força ao atender às demandas que os players tradicionais ainda precisam endereçar. Porém, muitas delas ainda não têm a transparência necessária para ganhar a confiança de seus clientes e capitalizar essas oportunidades", completa Price.

Fonte: TI Inside