Mesmo depois de deixar a Apple, Steve Jobs queria revolucionar a televisão

Por Redação | 01 de Setembro de 2016 às 07h17

Meses antes de Steve Jobs falecer, ele renunciou ao cargo de CEO da Apple, chocando toda a comunidade da tecnologia. Embora para alguns a saída da Maçã tenha sido uma espécie de "presságio" sobre sua morte, ao que tudo indica a intenção de Jobs era prosseguir ativamente em grandes projetos da Apple. Entre seus planos ambiciosos, seu foco na ocasião era revolucionar a indústria da televisão.

Apesar de toda essa história ter acontecido em 2011, nesta quarta-feira (31) novas informações foram divulgadas pela imprensa internacional. De acordo com as revelações, Jobs se reuniu no mesmo dia de sua renúncia com o jornalista Walt Mossberg para discutir seus planos para o futuro, mostrando que estava fora de cogitação abandonar a Apple. Ao invés disso, a ideia do cofundador da gigante da tecnologia era criar a Apple TV de uma forma que ainda não vimos.

Conforme explicado por Mossberg, Jobs parecia bastante entusiasmado com o projeto, dizendo que estava envolvido em grandes estratégias para oferecer ao mundo uma mudança radical no que se refere a experiência do público com a TV. "Eu acho que nós descobrimos como fazer isso, e vai ser fantástico", disse Jobs ao jornalista.

Interessante notar que, provavelmente, o projeto já estava em andamento, pois o visionário CEO da Maçã pediu, inclusive, que Mossberg voltasse dentro de alguns meses para que ele pudesse conhecer de perto a proposta. Apesar de Jobs não ter compartilhado qualquer detalhe sobre a sua ideia revolucionária, o jornalista acredita que possivelmente o executivo estivesse planejando fabricar uma televisão completa com um novo software.

Infelizmente nunca teremos certeza sobre os planos específicos de Steve Jobs, mas será que a Apple sabe do que se trata? Ou melhor, será que veremos a gigante de Cupertino tornar o projeto de Jobs realidade no futuro?

Fonte: iPhoneHacks