Mercado mundial de smartphones desacelera e gera retração em gigantes

Por Redação | 27.04.2016 às 23:55

Um levantamento feito pela IDC mostrou que o mercado mundial de smartphones teve uma forte desaceleração no primeiro trimestre de 2016. Os números, que mostram um crescimento mínimo de 334,3 milhões para 334,9 milhões de aparelhos de 2015 para este ano, refletiram nas principais fabricantes que sofreram retração: Samsung e Apple.

Celular

Segundo a consultoria, a explicação do resultado está nos mercados desenvolvidos que já estão saturados. A consequência na Samsung foi uma retração de 0,6%, enquanto a Apple sofre bem mais encolhendo as vendas em 16,3%. Em caminho oposto estão algumas marcas chinesas desconhecidas dos consumidores brasileiros, que tomaram as vagas da Xiaomi e Lenovo no top 5 de maiores vendedores. São a Oppo e Vivo que botaram 18,5 milhões e 14,3 milhões, respectivamente, de smartphones nas mãos de consumidores no primeiro trimestre.

Mesmo assim, vale destacar que até o crescente mercado chinês sofre desaceleração, já observada, por exemplo, na comparação entre 2013, quando cresceu 62,5%, e em 2015, quando teve aumento de apenas 2,5%.

A gerente de pesquisa da IDC, Melissa Chau, destaca que a tendência de crescimento está nas empresas que apresentam produtos mais caros que nos anos anteriores. “A Lenovo se beneficiou de preços abaixo de US$ 150 em 2013, a Xiaomi, de preços de US$ 200 em 2014 e 2015.” Segundo ela, Huawei e Oppo estão se mostrando fortes por conta dos aparelhos na faixa dos US$ 250.

Confira o gráfico da IDC que mostra o volume de venda das cinco principais fabricantes no primeiro trimestre de 2016:

IDC

Fonte Tele Síntese