Mercado Livre ataca setor B2B em parceria com SAP Ariba

Por Rafael Romer | 21 de Março de 2017 às 18h38

De Las Vegas, Nevada*

Um dos maiores marketplaces de varejo eletrônico da América Latina, o Mercado Livre finalmente expandirá sua atuação pra o setor corporativo (B2B) através de uma nova parceria com a plataforma de gestão de compras de produtos SAP Ariba e da solução Spot Buy.

Lançado há pouco mais de um ano nos Estados Unidos e já presente na Alemanha, Reino Unido, Canadá, Nova Zelândia e Austrália, o Spot Buy funciona como um portal de e-commerce tradicional, mas focado em conectar vendedores a empresas buscando insumos para seus negócios, com itens que vão desde eletrônicos até suprimentos de escritório.

Na América Latina, o Mercado Livre será a plataforma por trás do Spot Buy, conectando seu mecanismo de busca e os vendedores de sua plataforma aos clientes da SAP Ariba. A empresa também dará suporte aos negócios fechados na plataforma com suas outras soluções do Grupo Mercado Livre, incluindo o sistema de pagamentos Mercado Pago e de logística Mercado Envios.

"Quando olhamos para o mercado latino-americano, há algumas complexidades para o processo de compra que dificultavam aquisições de produtos por nossos clientes", comentou Jason Wolf, diretor de crescimento estratégico da SAP Ariba. "O que vamos oferecer é um conteúdo curado pelo Mercado Livre, com vendedores aprovados".

O movimento será importante para a consolidação da SAP Ariba na região, mas mostra um potencial de expansão ainda mais interessante para o Mercado Livre. A companhia já tinha planos de entrar no setor B2B por conta própria no futuro, mas viu na parceria uma oportunidade melhor de fazê-lo de forma escalável e sem um grande investimento inicial para construção de plataformas próprias.

Mesmo sem ter buscado ativamente o mercado B2B até agora, a companhia estima que hoje cerca de 10% dos negócios fechados em sua plataforma sejam de empresas para empresas. Com a parceria com a SAP Ariba, a expectativa é de um crescimento desse percentual.

"O que nos interessa agora é mover rápido, aprender para, depois, escalar esse negócio", comentou Karen Bruck, diretora de vendas do Mercado Livre. "Mas ainda não temos projeções de qual será esse crescimento".

Nos próximos "dois ou três meses", a Argentina será o primeiro mercado a receber o Spot Buy na região, seguida pelo México, ainda neste ano, e Colômbia, no ano que vem.

No Brasil, a estreia da plataforma também está prevista para 2018, conforme a empresa foca em outras iniciativas locais para alavancar o setor B2C brasileiro – que registrou um crescimento de 60% no ano passado, com uma receita líquida superior a R$ 1,5 bilhão. "Focaremos em fortalecer nossa operação B2C muito mais antes de trazer essas mudanças", explicou Bruck.

*O repórter viajou a convite da SAP Ariba

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.