Mercado de smartphones no Brasil cresce 25% no primeiro trimestre

Por Redação | 06 de Junho de 2017 às 15h02

O brasileiro voltou a gastar com smartphones no começo de 2017, o que contribuiu para um aumento de 25,4% nas vendas de dispositivos no país ao longo do primeiro trimestre deste ano. De acordo com os números do IDC, 12,4 milhões de celulares foram comercializados no Brasil entre janeiro e março.

Os dados mostram uma nação bem diferente daquela de um ano atrás. Em 2016, a alta vertiginosa do dólar impactou diretamente o setor, bem como o fim da Lei do Bem, que levou a grande aumento nos preços dos aparelhos no mercado. Era um cenário de crise econômica grave, incrementado ainda mais pelos problemas políticos, com o Brasil em meio ao processo de impeachment de Dilma Rousseff.

Um ano depois, entretanto, a situação é outra, e, por mais que a crise ainda não tenha sido deixada para trás, o consumidor bem retomando a confiança na economia. O mesmo vale também para os fabricantes, que intensificaram o ritmo de lançamentos e a velocidade de disponibilização das novidades internacionais.

Com isso, eles aproveitaram também um bom momento para o varejo, com a liberação de saques de contas inativas do FGTS levando muita gente a trocar de celular. Tais fatores mantiveram a recuperação em um mercado que já vinha apresentando bons números nos últimos meses, em um movimento de aumento que deve continuar.

Para 2017, a previsão é de um crescimento de 8% nas vendas de smartphones. O IDC indica que, no Brasil, muitos dispositivos com alguns anos de idade ainda fazem parte da base instalada, com destaque para modelos como o Moto G de primeira geração e os Galaxy Uno e Duo. São aparelhos arcaicos, que indicam uma substituição, em breve, por modelos mais sofisticados.

A tendência, agora, é de crescimento. O primeiro trimestre de 2017, normalmente, é um período fraco para a indústria de smartphones devido à ausência de lançamentos e à grande movimentação do final de ano, que acaba freando o consumo no período seguinte. A chegada de novidades a partir de abril, entretanto, acaba levando o movimento cada vez mais para cima, chegando a seu ápice, sempre, a cada temporada de Natal.

Fonte: IDC

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.