Mark Zuckerberg diz que jogar videogame pode ser vantajoso para as crianças

Por Redação | 22.05.2015 às 17:30

O CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, deu uma declaração em favor dos gamers no último evento Q&A que aconteceu na semana passada, na sede da empresa em Menlo Park, na Califórnia. Segundo ele, os videogames o fizeram entrar no mundo da programação.

"Eu fiz um monte de jogos para mim e eles eram terríveis. Mas isso foi como eu comecei na programação. Eu ouço falar que muitos pais se preocupam com os seus filhos jogando games. São preocupações válidas e eu acho que há um debate importante em torno disso", comentou.

Zuckerberg ainda disse que muitos pais proíbem os filhos de usarem eletrônicos, mas gostariam que eles tivessem oportunidade de trabalhar na área de tecnologia. Então, eles deveriam começar a dar oportunidades para eles brincarem com dispositivos diferentes. "Eu definitivamente não teria chegado na programação se eu não tivesse jogado quando criança", completa.

Depois de uma pequena pausa, Zuckerberg voltou no assunto quando foi questionado sobre o problema da diversidade de Silicon Valley, afirmando que os jogos podem ajudar a criar futuros engenheiros, representando várias demografias.

"Nós, como sociedade, precisamos chegar a um ponto em que todos tenham a mesma oportunidade e a mesma capacidade de usar a tecnologia e experimentar coisas diferentes, pois é assim que, eventualmente, vão chegar na engenharia", disse. "Você aprende, mexe nas coisas e projeta outras. A maioria dos engenheiros é autodidata, não aprendeu porque teve aulas", finaliza.

Assista ao evento completo:

Posted by Q&A with Mark on Thursday, May 14, 2015
Via: The Verge