Lojas da Nokia serão chamadas de "Revendedoras Autorizadas da Microsoft"

Por Redação | 13 de Maio de 2015 às 11h38

Em abril de 2014, a Microsoft concluiu o processo de aquisição da divisão de dispositivos da Nokia por US$ 7 bilhões. Desde então, a empresa de Redmond tem lentamente descartado o nome da Nokia como parte da transição do negócio de telefonia móvel para a sua própria marca. Agora, a Microsoft está modificando o nome das lojas de varejo da finlandesa em todo o mundo para "Revendedoras Autorizadas da Microsoft".

O nome serve para diferenciá-las das lojas oficiais da Microsoft que estão espalhadas por toda a América do Norte, embora a gigante dos softwares também tenha aberto recentemente uma loja em Sydney, na Austrália.

Essa mudança segue o anúncio feito em abril de que a Índia seria o primeiro mercado a receber uma "Microsoft Priority Reseller", uma espécie de revendedora prioritária da Microsoft. A região conta com quase 9.000 lojas da Nokia e todas devem passar pelo processo de mudança na marca.

Há pouco mais de um mês, a Microsoft inaugurou sua primeira loja especializada em vender produtos da empresa em São Paulo. O Brasil é atualmente um dos cinco principais mercados da Microsoft no mundo e foi o primeiro país da América Latina a ter suas lojas Nokia migradas para Microsoft Stores.

"Essas lojas serão parte do ecossistema da Microsoft e vão fornecer uma estética que se alinha com os valores fundamentais da marca e incentiva o engajamento e interação com os nossos produtos", explicou a Microsoft.

Via VentureBeat

Inscreva-se em nosso canal do YouTube!

Análises, dicas, cobertura de eventos e muito mais. Todo dia tem vídeo novo para você.