Loja da Apple no Rio de Janeiro é autuada pelo Procon Estadual

Por Redação | 09 de Agosto de 2016 às 13h27
photo_camera Divulgação

O Procon Estadual do Rio de Janeiro autuou nesta segunda-feira (8) a Apple Store do Shopping VillageMall, na Barra da Tijuca, Zona Oeste da cidade. De acordo com o órgão regulador, o espaço desrespeita várias exigências previstas em lei, desde o mostruário de produtos até ao atendimento aos clientes.

Estes são os pontos irregulares encontrados pelo Procon-RJ: ausência de preços visíveis aos consumidores de forma clara; ausência de caixa preferencial; ausência de certificado do Corpo de Bombeiros; ausência de cartaz de combate à violência contra a mulher; ausência do telefone e do endereço do Procon Estadual no cupom fiscal; ausência do cartaz do 151. Os fiscais constataram que a fila de espera para assistência técnica era de aproximadamente 1 hora e 40 minutos para quem não havia agendado pela internet.

Vale lembrar que esta não é a primeira vez que a Apple Store carioca é alvo de irregularidades. Em novembro do ano passado, um fiscal do Procon Estadual autuou a loja devido a "falta de atendimento presencial na assistência técnica". Na época, a Maçã se defendeu explicando que desde sempre os atendimentos no Genius Bar são por horário marcado, sempre agendados pela internet.

Depois do ocorrido, a Apple também contratou um profissional específico para o pessoal das lojas. Mas, ao que tudo indica, o espaço ainda sofre com uma demanda que não consegue atender pela quantidade limitada de funcionários. A empresa não sinalizou novas mudanças, nem deu um parecer oficial sobre a abertura de novas unidades – algo que poderia reduzir o fluxo sobrecarregado no estabelecimento.

A loja da Apple no Village Mall foi inaugurada em fevereiro de 2014, conta com uma longa fachada curva de vidro com 30 metros de comprimento e um balcão de 7,6 metros onde fica o Genius Bar. Foi a primeira Retail Store da companhia americana no Brasil. Cerca de um ano depois, a empresa lançou sua segunda loja em território nacional, desta vez na cidade de São Paulo. A Apple Store da capital paulista também estaria enfrentando o mesmo problema de sua vizinha no Rio de Janeiro, mas a sobrecarga é um pouco menor, pois a loja tem mais funcionários disponíveis.

Fonte: Procon-RJ via MacMagazine

Instagram do Canaltech

Acompanhe nossos bastidores e fique por dentro das novidades que estão por vir no CT.