LINE sob investigação por não declarar ganhos com moedas virtuais em seus jogos

Por Redação | 06 de Abril de 2016 às 10h35
photo_camera Line

Os desenvolvedores do aplicativo de mensagens LINE estão sendo investigados por autoridades japonesas devido à utilização de moedas virtuais em um de seus jogos. Segundo a lei japonesa, qualquer tipo de moeda virtual inserida dentro de jogos deve ser declarada à Receita do país. Isso inclui moedas para compra de upgrades, power-ups e outros elementos dentro de aplicativos e jogos.

Em sua defesa, a LINE Corporation afirmou que o dinheiro virtual utilizado no jogo não é caracterizado como as moedas virtuais utilizadas em outros aplicativos e que, por isso, não há necessidade de declaração dos rendimentos. O jogo em questão é o LINE Pop, um aplicativo de puzzle bastante semelhante ao famoso Candy Crush.

O impasse será resolvido pelas autoridades japonesas, que avaliarão se as compras realizadas dentro do jogo usando moedas virtuais devem se enquadrar na Lei de Serviços de Pagamento do país, a qual exige que cibermoedas sejam declaradas. Caso a decisão vá contra os desenvolvedores, isso implicará em multas pesadas que certamente irão prejudicar os negócios da empresa.

A lei também exige das empresas que utilizam esse tipo de transação que depositem metade do valor de suas moedas virtuais em agências locais do Ministério da Justiça como uma maneira de proteger os consumidores caso a empresa venha a falir.

O LINE Pop não é o único game desenvolvido pela LINE. A empresa conta com uma dezena de outros jogos, bem como aplicativos variados que totalizam mais de 200 milhões de usuários em todo o mundo.

Fonte: Reuters

Fonte: http://thenextweb.com/insider/2016/04/06/line-is-under-investigation-over-its-use-of-in-app-virtual-currencies/http://www.japantimes.co.jp/news/2016/04/06/business/corporate-business/line-audited-game-virtual-currency/#.VwUB8lQrLIV

Instagram do Canaltech

Acompanhe nossos bastidores e fique por dentro das novidades que estão por vir no CT.