Lenovo vende de volta marca CCE para antigos donos no Brasil

Por Redação | 13 de Outubro de 2015 às 16h31

A Lenovo confirmou nesta semana que vendeu de volta a marca e a fábrica da CCE para os seus antigos proprietários, a família Sverner. A transação foi anunciada cerca de três anos após a Lenovo comprar a CCE por cerca de R$ 300 milhões. De acordo com um comunicado da Lenovo para a imprensa, ambas as partes fecharam o negócio por volta de agosto. Os valores envolvidos não foram revelados.

A Lenovo, antes de comprar a CCE em setembro de 2012, chegou a ser apontada como interessada em adquirir outra fabricante de eletrônicos brasileira, a Positivo. Apesar do interesse, o negócio não foi concretizado. A empresa chinesa destacou no comunicado que seu comprometimento com o mercado brasileiro e seus consumidores continuará. A empresa também vai continuar com a manutenção de suas operações na fábrica em Itu, interior de São Paulo, além da linha de PCs, servidores e produtos mobile com a marca Motorola, adquirida do Google em 2014 por US$ 2,9 bilhões.

Segundo o comunicado da Lenovo, a empresa concordou em vender a marca e a fábrica da CCE para seus antigos donos, "como parte de seus esforços para aprimorar sua eficiência operacional e a rentabilidade do negócio de PCs globalmente e no Brasil". O comunicado ainda diz que o acordo comercial "é parte do foco estratégico da Lenovo em produtos de maior valor agregado".

Nenhuma informação sobre uma possível alteração na atuação da CCE no mercado brasileiro foi divulgada. O mais provável é que a empresa continue com as mesmas características de mercado para os consumidores nacionais.

Fonte: http://idgnow.com.br/ti-corporativa/2015/10/13/lenovo-confirma-venda-da-cce-para-antigos-donos-no-brasil/

Siga o Canaltech no Twitter!

Não perca nenhuma novidade do mundo da tecnologia.