Lenovo registra pior trimestre financeiro de sua história

Por Redação | 13.11.2015 às 11:40

A Lenovo figura no topo da lista de fabricantes de computadores e está entre as cinco principais fabricantes de smartphones do planeta, contudo tais colocações não foram suficientes para evitar o maior prejuízo trimestral da história da companhia. A empresa divulgou nesta quinta-feira (13) que teve um prejuízo líquido de US$ 714 milhões no último trimestre.

Para ter uma ideia do tamanho do estrago, ano passado, neste mesmo trimestre fiscal, a Lenovo apresentou lucro líquido de US$ 262 milhões. Contribuíram para o fraco desempenho financeiro no período as aquisições da divisão mobile da Motorola e também de uma unidade de servidores básicos da IBM. Neste trimestre, a Lenovo demitiu 3,2 mil funcionários e ficou com o montante de US$ 300 milhões parado em smartphones não vendidos.

Apesar dos problemas, o estrago foi menor do que a companhia esperava. De acordo com a agência Reuters, a previsão de prejuízo para este trimestre era de US$ 787,8 milhões. Os resultados, porém, não significam que o desempenho da Lenovo nas vendas tem sido ruim. Pelo contrário, a receita do último ano alcançou a marca de US$ 12,2 bilhões, enquanto a estimativa para o período era de US$ 11,8 bilhões.

Reestruturação

Para conter o “sangramento”, a Lenovo trouxe a Motorola para o núcleo central de mobile da empresa. Além disso, a companhia pretende adotar estratégias mais agressivas para conquistar uma maior fatia no mercado de smartphones. A ideia é recuperar o investimento e tornar a unidade de smartphones lucrativa já nos próximos dois trimestres — ao todo, seriam seis trimestres desde a compra da Motorola junto ao Google.

Por fim, a Lenovo afirma que investiu US$ 923 milhões na reestruturação que deve acabar até o final deste ano fiscal (primeiro trimestre de 2016) e ajudar a poupar US$ 1,35 bilhão por ano.

Fontes: Bloomberg Business, Reuters