Lenovo registra lucro de US$ 157 milhões no trimestre puxado por venda de ativos

Por Redação | 03 de Novembro de 2016 às 13h00
photo_camera Digital Trends

A fabricante chinesa Lenovo superou expectativas de analistas de mercado nesta quinta-feira (3), registrando um lucro de US$ 157 milhões nos resultados financeiros divulgados do seu segundo trimestre do ano fiscal.

O resultado é particularmente positivo se considerarmos que a companhia havia registrado perdas de US$ 714 milhões no mesmo trimestre do ano passado, em um impacto direto dos custos de reestruturação e integração da então recém-adquirida Motorola ao negócio da empresa.

Apesar da boa notícia para investidores, o lucro registrado foi, em grande parte, obtido através da venda de ativos da companhia, onde a Lenovo conquistou US$ 206 milhões.

Por outro lado, setores importantes para a Lenovo, como o de PCs e smartphones, continuam encolhendo e permanecem um desafio para a chinesa – quedas de receita foram observadas tanto no negócio de PCs (8%) quanto mobile (10%) da comapanhia. A receita total registrada foi de US$ 11,2 bilhões, também observando uma redução de 8% em relação ao mesmo período do ano passado.

"No curto prazo, as condições de mercado vão continuar desafiadoras", afirmou o CEO da Lenovo, Yang Yuanqing, durante a divulgação dos resultados, explicando que a companhia ainda busca a liderança no setor de PCs durante a consolidação da indústria.

Um dos movimentos previstos para a empresa é uma cooperação estratégica com a Fujitsu. A expectativa do mercado é que a Lenovo confirme uma aquisição do negócio de PCs da japonesa, o que poderia ajudá-la a ganhar musculatura internacional e tentar compensar o crescimento menor do mercado doméstico chinês.

Fonte: Reuters

Siga o Canaltech no Twitter!

Não perca nenhuma novidade do mundo da tecnologia.