Lenovo pede a usuários que removam software da empresa de seus computadores

Por Redação | 08.12.2015 às 13:08

A Lenovo é a maior fabricante de computadores do mundo na atualidade, mas isso não a impediu de se tornar alvo de um grave problema: falhas de segurança em suas máquinas. E a brecha para a ação de hackers é justamente o software proprietário que a empresa adiciona ao Windows.

A partir desta conclusão, a companhia solicita a seus usuários que desinstale o Lenovo Solution Center de seus PCs. O programa é responsável justamente por ficar de olho na saúde e na segurança de um computador. O pedido foi feito por meio da página de suporte da Lenovo, que diz o seguinte:

A Lenovo foi alertada recentemente por um parceiro de inteligência e cibersegurança e pela US-CERT de um relatório de vulnerabilidade relacionado à aplicação Lenovo Solution Center (LSC). Nós estamos avaliando o relatório de maneira urgente e vamos fornecer uma atualização com correções aplicáveis o mais rápido possível.[...] Para remover o risco potencial causado por esta vulnerabilidade, usuários podem desinstalar o Lenovo Solution Center usando a função de adicionar/remover programas.

A palavra dos especialistas

De acordo com um relatório da US-CERT, “a aplicação Lenovo Solution Center contém múltiplas vulnerabilidades que podem permitir um ataque para executar códigos arbitrários com privilégios”.

E vale lembrar que não é a primeira vez neste ano que a Lenovo se envolve em problemas de segurança. Em fevereiro deste ano, a companhia chinesa foi descoberta instalando adware em suas máquinas, o famigerado Superfish, que converte termos pesquisados na web em blocos de anúncios de loja sem a autorização e a ciência do usuário.

Fontes: Lenovo, US-CERT