Lenovo anuncia o Moto C, seu novo smartphone basicão

Por Sérgio Oliveira | 16 de Maio de 2017 às 08h24

Após um vazamento que revelou toda a linha de smartphones Motorola deste ano, a Lenovo abriu o jogo e tornou oficial o Moto C, aparelho com configurações bem modestas e que chega para atender principalmente os mercados emergentes.

Sem qualquer alarde ou apresentação especial, o anúncio quase passou despercebido no blog oficial da Motorola. Na publicação, a empresa confirmou praticamente todos os rumores e que o modelo chega em duas variantes: o Moto C e o Moto C Plus.

O primeiro deles chega com especificações bastante básicas, inferiores até mesmo às do Moto E. Temos aqui um aparelho com display FWVGA (854 x 480 pixels) de 5 polegadas, 1 GB de memória RAM e apenas 8 GB de armazenamento interno -- algo um tanto quanto perigoso, principalmente se levarmos em consideração o quanto de espaço o Android ocupa nos gadgets. Além disso, o aparelho conta com câmeras de 5 megapixels (principal) e 2 megapixels (frontal). A bateria tem 2.350 mAh de capacidade.

Visual do novo Moto C segue a proposta estabelecida pela Lenovo com o Moto G5. Corpo é todo de plástico, com cantos arredondados e câmera posicionada ao centro na parte traseira
Visual do novo Moto C segue a proposta estabelecida pela Lenovo com o Moto G5. Corpo é todo de plástico, com cantos arredondados e câmera posicionada ao centro na parte traseira (Divulgação: Motorola)

Já o Moto C Plus, contrariando o que se convencionou até aqui, vem com o mesmo display de 5 polegadas e os mesmos 1 GB de RAM. O diferencial fica por conta da resolução, que pula para os 1.280 x 720 pixels (HD), e do armazenamento interno, que dobra para 16 GB. A câmera frontal também é a mesma do modelo básico, enquanto a traseira traz um sensor de 8 megapixels. A bateria também é superior ao da variante padrão, contando com 4.000 mAh de capacidade.

Fora essas especificações pontuais, o Moto C e o Moto C Plus contam com o mesmo design -- que lembra bastante o do Moto G5, diga-se de passagem -- e o mesmo processador: um Mediatek MT6737M, escolhido a dedo para tornar o aparelho o mais barato possível. O corpo é todo feito em plástico e eles estarão disponíveis em quatro cores diferentes: branca, dourada, preta e vermelha.

Detalhe da câmera traseira, muito similar à do Moto G5. Na versão mais básica do Moto C, ela vem com sensor de 5MP; na Plus, com 8 MP
Detalhe da câmera traseira, muito similar à do Moto G5. Na versão mais básica do Moto C, ela vem com sensor de 5MP; na Plus, com 8 MP (Divulgação: Motorola)

Ainda não há informações sobre quando exatamente o Moto C será lançado, mas a Lenovo já confirmou que a América Latina, Europa e Ásia-Pacífico serão as primeiras regiões a recebê-lo, incluindo aí, muito provavelmente, o Brasil. Segundo a companhia, o Moto C chegará custando o equivalente a US$ 110, enquanto o Moto C Plus virá com etiqueta de US$ 130.

Fonte: Motorola Blog

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.