Lei de Moore não morreu! Intel garante cpu Cannon Lake de 10 nm para 2017

Por Redação | 09.01.2017 às 20:16

Enquanto muita gente pensava que a Lei de Moore tinha chegado ao fim, a Intel resolveu revelar, durante a CES 2017, que a geração Cannon Lake, com arquitetura de 10 nm, torna essa lei mais viva do que nunca. Brian Krzanich, CEO da empresa, mostrou no evento um protótipo de dispositivo 2 em 1 que roda com uma CPU Cannon Lake debaixo do capô.

Para quem por acaso não saiba o que é a Lei de Moore, nós explicamos: ela prevê que, a cada 18 meses, o número de transistores nos chips de uma nova litografia aumente em 100% em relação à geração anterior, porém, sem custos adicionais para o bolso do consumidor.

"Para aqueles que se perguntam se a Lei de Moore está viva, se os 10 nanômetros estarão aqui, a resposta é definitivamente sim", disse o executivo enquanto apresentava o modelo, revelando que a companhia também vai lançar as CPUs Cannon Lake de oitava geração já em 2017 — fazendo uma boa surpresa para muitos, que acreditavam ver a novidade só no ano que vem.

Vale dizer que a Qualcomm também revelou seu já esperado Snapdragon 835, o primeiro processador do mundo criado com arquitetura de 10 nm.

Via Digital Trends