Kobe Bryant quer investir em empresas de tecnologia e mídia

Por Redação | 22 de Agosto de 2016 às 16h35

Após sua aposentadoria da NBA, muita gente se perguntou o que Kobe Bryant faria agora – participar de uma sequência de Space Jam, quem sabe? Antes de entrar no mundo do cinema e se tornar amigo do Pernalonga, entretanto, o astro do basquete formalizou uma parceria antiga com o empreendedor Jeff Stibel e, nesta segunda-feira (22), abre uma empresa de venture capital.

Com foco em empresas de tecnologia, dados e mídia, a firma tem um capital inicial de US$ 100 milhões, a ser aplicado em companhias ao longo dos próximos anos. Além disso, a Bryant Stibel, como foi chamada, também gerenciará os investimentos que a dupla tem feito desde 2013, quando começaram a trabalhar juntos. 15 empresas fazem parte desse portfólio, que vai desde desenvolvedoras de games e softwares para atendimento ao cliente até máquinas de suco, sites esportivos e escritórios de advocacia.

Ao contrário do que normalmente acontece em uniões desse tipo, entretanto, Stibel afirma não desejar usar o nome de Bryant como um cartão de visitas. Ele alega que o parceiro realmente entende do negócio, e juntos, pretendem agregar valor para as companhias que receberem o aporte financeiro. A ideia é unir as experiências dos dois: a do empreendedor, com a compra, venda e construção de negócios lucrativos, enquanto o ex-jogador entra com suas habilidades em marketing, atenção aos detalhes e espírito criativo e inovador.

Bryant compara o ímpeto empreendedor que procura com sua própria gana pelo sucesso, que o levava a treinar todos os dias desde as seis horas da manhã. Ele procura empreendedores com esse mesmo fôlego, e diz saber exatamente até que ponto vai a ética e a vontade de crescer de alguém apenas ao vê-lo trabalhando. Seu desejo final, explica, é ajudar pessoas como ele a terem sucesso.

A Bryant Stibel será sediada em Los Angeles, também cada do time onde o atleta fez muito de sua glória. A dupla diz já ter novos investimentos em vista, entretanto, preferiu não falar sobre o assunto, dizendo apenas que tais informações serão reveladas quando estiverem prontas para os olhos do público.

Fonte: The Wall Street Journal

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.