Justiça proíbe Uber de atuar na Itália

Por Redação | 07 de Abril de 2017 às 15h51
photo_camera Divulgação

O Uber é um serviço que coleciona polêmicas em várias partes do mundo. A mais nova vem da Itália, onde o serviço foi proibido de atuar depois de uma sentença proferida por um tribunal. De acordo com a agência Reuters, a ação movida pela maior associação de táxis do país europeu resultou em uma decisão judicial contrária ao aplicativo de caronas.

Ao proferir a decisão, o juiz afirma que o Uber pratica competição desleal na Itália, portanto, está proibido de atuar com qualquer uma das categorias até então disponíveis no país — UberBLACK, UberLUX, UberSUV, UberX, UberXL, UberSELECT e UberVAN.

Em comunicado, a seção italiana do Uber afirmou estar “chocada” com a decisão da justiça e promete recorrer.

Greve de taxistas

A decisão da Justiça italiana vem quase um mês depois de uma greve de taxistas na Itália em protesto contra o Uber. Foram seis dias de paralisação nos quais os motoristas reclamavam, por exemplo, do fato de eles serem obrigados a rodar com uma tarifa fixa, enquanto o Uber não precisava seguir qualquer ditame nesse aspecto, cobrando sempre o quanto quisesse.

Via Reuters