Jovens criam preservativo que muda de cor ao detectar DSTs

Por Redação | 26 de Junho de 2015 às 07h54

Três adolescentes do Reino Unido tiveram uma ideia inovadora para detectar doenças sexualmente transmissíveis. O produto se trata de um preservativo que muda de cor durante a relação sexual caso alguma DST seja encontrada.

Batizado de S.T. Eye, os principais objetivos do preservativo é diminuir o número de taxas de infecção e oferecer às pessoas um diagnóstico menos invasivo do que exames em consultório médico.

O S.T. Eye funciona graças a uma camada de moléculas que, ao entrar em contato com bactérias e vírus associados as doenças sexualmente transmissíveis, fica fosforescente. Caso a camisinha detecte clamídia, por exemplo, ela muda para a cor verde. No caso de herpes, ela fica amarela; para sífilis, azul; e em casos de HPV, o preservativo fica roxo.

Os jovens, de 14 e 13 anos, ganharam o prêmio TeenTech de melhor inovação para a saúde em evento que aconteceu na Academia Isaac Newton, na cidade de Ilford, no Reino Unido.

Fonte: CNET, G1

Inscreva-se em nosso canal do YouTube!

Análises, dicas, cobertura de eventos e muito mais. Todo dia tem vídeo novo para você.