Jovem diz que Apple Watch salvou sua vida e recebe proposta de estágio na Apple

Por Redação | 23.09.2015 às 11:23
photo_camera Foto: Reprodução

Um jogador de futebol americano dos Estados Unidos declarou recentemente que o seu Apple Watch salvou a sua vida. Paul Houle, que joga por uma escola de Massachusetts, disse que sofreu dores no peito e nas costas depois de um treino e decidiu checar o seu ritmo cardíaco no relógio inteligente.

Ele comentou que a sua taxa de batimentos chegou a 145 por minuto, duas horas depois da atividade, e imediatamente foi ao hospital, onde foi diagnosticado com rabdomiólise. A doença é uma condição desencadeada pelo excesso de exercícios físicos, fazendo com que os músculos se deteriorem e infiltrem nas proteínas.

"Eu fiquei tão desidratado que os meus músculos começaram a realmente quebrar e liberar uma proteína tóxica na minha corrente sanguínea, deixando meu coração, fígado e rins próximos de pararem de funcionar", explicou o atleta.

A notícia do incidente chegou até Tim Cook, CEO da Apple, que entrou em contato com Houle para fazer uma oferta de estágio de verão em 2016 e um iPhone novo.

A notícia pode favorecer as vendas do Apple Watch, que devem ser ofuscadas com o lançamento do iPhone 6s e 6s Plus no fim desta semana.

Fonte: Apple Insider