Jeff Bezos fala sobre acusações de más condições de trabalho na Amazon

Por Redação | 17.08.2015 às 15:03
photo_camera BusinessWeek

Jeff Bezos, CEO da Amazon, publicou um comunicado no qual refuta às críticas abordadas pelo jornal New York Times sobre as condições de trabalho da empresa. De acordo com a reportagem extensa do jornal, o ambiente de trabalho na gigante varejista é de "muita pressão e dedicação intensa", onde o funcionário precisava estar a disposição para o trabalho em qualquer momento.

O NYT também declarou que os colaboradores viviam em uma intensa competição interna com os demais, sendo até mesmo incentivados a "destruir" a ideia de outros. Essa estratégia, de acordo com a publicação, ajudava a validar o possível sucesso do profissional. Além disso, a Amazon é descrita pelo jornal como uma empresa que evita colocar mulheres em papéis de chefia por elas, alegadamente, possuírem tendências a problemas pessoais como aborto, gravidez, etc.

A reportagem não conta com um posicionamento de Bezos sobre o assunto, mas possui uma entrevista de uma executiva da empresa, o que acabou colaborando para a repercussão negativa do ambiente de trabalho da empresa.

A resposta de Bezos à reportagem do NYT revelou a discordância do CEO sobre o assunto e pediu para que os funcionários da empresa lessem o texto publicado pelo NYT. Em contrapartida, Bezos também solicita que os funcionários, também chamados internamente de Amazonians, fizessem a leitura do texto de Nick Ciubotariu, funcionário da Amazon, que está publicado no LinkedIn. No artigo, Ciubotariu argumenta os vários pontos explanados na reportagem do NYT.

No comunicado direcionado aos funcionários da companhia, Bezos declara que a reportagem não é verídica quanto às condições de trabalho dentro da Amazon. "Eu não conheço essa Amazon e espero que você também não", afirmou o CEO.

Ainda de acordo com o comunicado, o empresário de 51 anos explicou que o NYT vai além de "descrever casos isolados", em que a tentativa da reportagem foi de "criar um local de trabalho sem alma, distópico, onde nenhum divertimento é visto e sem riso ouvido".

"Não acho que qualquer empresa que adote a abordagem retratada poderia sobreviver, muito menos prosperar. No mercado de tecnologia, contratação é algo altamente competitivo hoje. As pessoas que contratamos aqui são as melhores das melhores. Vocês são recrutados todos os dias por outras empresas de nível mundial e podem trabalhar em qualquer lugar que quiserem. Espero que você esteja se divertindo muito ao trabalhar com um grupo de colegas brilhantes, ajudando a inventar o futuro e rindo muito nesse caminho", completou Bezos.

Bezos pediu também para que qualquer funcionário que tenha uma história similar às descritas pelo jornal entrem em contato diretamente com ele através de seu e-mail. "Mesmo que seja raro ou isolado, nossa tolerância para qualquer falta de empatia é zero".

Fonte: The Next Web

Fonte: http://thenextweb.com/insider/2015/08/17/jeff-bezos-responds-to-attack-on-amazons-employment-practices/