iPhone 6S registra vendas menores que a do iPhone 6

Por Redação | 18 de Julho de 2016 às 15h30
photo_camera Divulgação/Apple

As coisas não parecem estar indo tão bem para a Apple: apesar da empresa ainda não ter revelado os seus dados oficiais, analistas da RBC Capital Markets estimam que o iPhone 6S está com um número de vendas bastante abaixo do esperado, em relação ao mesmo período de vendas do iPhone 6, em 2015. As agências estipulam que, no último trimestre de vendas deste ano, os dois modelos do iPhone 6S venderam "apenas" 39.9 milhões de unidades em todo o mundo, cerca 7.5 milhões de vendas a menos que o iPhone 6 conseguiu no mesmo período.

Segundo os mesmos analistas, é provável que essa seja a primeira vez que as vendas do iPhone tem uma queda tão expressiva em seus números. Muitos alegam que o iPhone 6S tem sido constantemente colocado em comparação como seu antecessor, e que o fato da diferença visível entre eles não ser tão expressivo acaba incentivando o consumidor a comprar o modelo mais antigo e mais barato.

iPhone 6S

Lado a lado, iPhones 6 e 6S, respectivamente (Foto: Regmedia UK)

O analista Amit Daryanani, também da RBC, espera que os lucros totais da Apple para o segundo trimestre desse ano atinjam a casa dos US$ 42.1 bilhões, uma queda considerável se levarmos em conta que a Maçã atingiu pouco mais de 49.6 bilhões no ano passado. Amit também prevê que o ganho por ação (Earning Per Share) da Apple será de US$ 1.39, algo alinhado com as estimativas do Wall Street Journal, que prevê um lucro de US$ 42.2 bilhões e um ganho por ação de US$ 1.40.

Em particular, Daryanani espera que os valores cobrado pelos iPhone 6 e 6S caiam no próximo trimestre, já que o iPhone 7 será lançado daqui aproximadamente dois meses, em setembro. Segundo ele, isso alavancaria o valor arrecadado pela Apple em até US$ 47.3 bilhões, mas nada muito além disso. Até o fim deste ano espera-se que as vendas do iPhone 6S atinjam aproximadamente 44 milhões de unidades, algo ainda abaixo das vendas do iPhone 6 em um período de tempo muito menor.

A RBC Capital Markets é conhecida por ser bastante rigorosa na forma que analisa e prevê os números do mercado. O banco tem mantido avaliações positivas em relação às ações da Apple (AAPL), e afirmou esta semana que seus investidores não precisam temer nada, já que o valor de US$ 115 dos papéis da Maçã devem continuar estavelmente altos ao menos durante um próximo curto período de tempo.

Fonte: Apple Insider

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.