Intel fecha parceria com várias empresas para acelerar desenvolvimento do 5G

Por Redação | 24.02.2016 às 12:15
photo_camera Divulgação

O 4G ainda não alcançou grandes índices de adoção em todo o mundo, mas isso não significa que o desenvolvimento de novas redes móveis está paralisado. Ao contrário: várias empresas já deram largada na corrida da internet móvel de quinta geração. Uma delas é a Intel, que anunciou nesta semana como pretende investir na tecnologia.

Em comunicado oficial, a entidade disse ter fechado novas parcerias com os principais players da indústria para o desenvolvimento de uma base para as redes 5G sem fio mais eficientes, projetadas para oferecer experiências únicas. As colaborações envolvem companhias como Ericsson, KT, LG, Nokia, SK Telecom e Verizon.

Com a Ericsson, a Intel está colaborando com operadoras móveis em soluções 5G e em testes conjuntos, como uma extensão da atual parceria em transformação da rede, da nuvem e da Internet das Coisas (IoT, na sigla em inglês). Com a KT, as empresas planejam para 2018 alguns testes 5G que vão ajudar na produção e verificação da tecnologia 5G wireless, além de coletar dados de experimentação sobre os dispositivos associados, as plataformas virtuais de rede e os esforços conjuntos de padronização. Já a LG criará junto com a Intel a tecnologia telemática 5G para a próxima geração de carros.

Enquanto isso, Nokia, SK Telecom e Verizon vão colaborar com a Intel na aceleração da implantação das redes 5G. A companhia finlandesa, por exemplo, está auxiliando em tecnologias pré-padrão rádio 5G e soluções de rede para habilitar a implantação inicial tanto da infraestrutura 5G mobile client quanto a wireless, bem como a interoperabilidade das tecnologias rádio 5G a fim de atender os requisitos de conectividade para futuras redes sem fio.

A SK Telecom, por sua vez, está desenvolvendo e verificando dispositivos móveis e soluções de rede 5G, bem como para Licensed Assisted Access (LAA) em bandas de acesso não licenciadas em 2016. Por meio da colaboração contínua em tecnologias 5G, as empresas também demonstraram avanços nas tecnologias de rede com acesso via rádio, incluindo anchor-booster cell e MIMO para melhorar ainda mais a capacidade das redes 5G sem fios.

Por fim, a Verizon e a Intel estão realizando testes de campo para as soluções 5G wireless por meio do Fórum de Tecnologia 5G da Verizon para demonstrar como o espectro de ondas milimétricas, capaz de suportar a capacidade de dados e acelerar uma ordem de magnitude maior do que as atuais redes celulares, é um caminho viável para oferecer alta qualidade e conectividade sem fio rápida para residências e empresas.

De acordo com a Intel, o aumento no número de dispositivos conectados à nuvem, às pessoas e entre si tem criado demandas sem precedentes para as atuais redes sem fio, que já não suportam mais tantos aparelhos simultaneamente. Entre eles estão gadgets vestíveis, drones, veículos autônomos e cidades inteligentes.

"Os bilhões de dispositivos cada vez mais inteligentes e conectados, com serviços personalizados, ricos em dados e aplicativos em nuvem, estão fomentando a necessidade por redes mais inteligentes e poderosas. A transição para o 5G une a computação à comunicação e é fundamental para a mudança da indústria. É essencial criar a base para as futuras redes 5G agora, a fim de possibilitar experiências incríveis no futuro", destacou Aricha Evans, vice-presidente corporativa e gerente geral do Grupo de Comunicações e Dispositivos da Intel.