Intel anuncia processadores de sétima geração no Brasil

Por Redação | 23 de Março de 2017 às 13h00

A Intel utilizou a manhã desta quinta-feira (23) para anunciar a chegada oficial dos processadores da sétima geração ao Brasil, chamada de Kaby Lake. Anunciados durante a CES deste ano, em Las Vegas, os novos processadores estarão presentes em computadores de todos os tamanhos.

Focados na produção de chips em 14 nanômetros, os chips chegam em quatro variantes para públicos diferentes. A primeira é a série Y, feita para produtos 2 em 1 e também computadores e pendrives, seguida da série U que está em notebooks mais finos e leves, com desempenho um pouco mais simples. A série H fica para notebooks de alto desempenho e, por fim, a série S estará em desktops onde o consumo de energia não é um problema - entregando o melhor desempenho possível.

As séries H e S são compatíveis com o mundo da realidade virtual e todos os processadores contam com codec HEVC de 10 bits, o que ajuda nativamente a reprodução de conteúdo em 4K.

Se você já trabalha com um processador de uma ou duas gerações atrás, o modelo mais poderoso lançado hoje no Brasil é cerca de 20% mais potente. Em gráficos, as novidades são melhores. A nova GPU integrada garante desempenho até 65% maior do que a antiga Intel HD Graphics que está em computadores de quatro ou cinco anos atrás.

Foto: André Fogaça (Canaltech)

Por fim, uma tecnologia bastante inteligente é chamada de Optane Memory. Traduzindo para o nosso idioma, esta tecnologia faz com que um SSD seja conectado no slot M.2 da placa mãe, acelerando ainda mais a velocidade de transferência de dados entre a memória interna e o processador. Segundo a Intel, esta conexão pode ser até 10 vezes mais veloz do que um SSD conectado em cabo SATA.

Em outras palavras: o Optane coloca o SSD em velocidade semelhante ao acesso que a memória RAM tem, mas sem perder os dados quando você desliga o computador. O melhor de tudo é que se você não tem um SSD, a conexão acelera um HD normal para algo próximo ao SSD - que já é bem rápido.

Os processadores Intel de sétima geração já estão disponíveis em alguns notebooks recentes, como o XPS 13 da Dell e YogaBook 910 da Lenovo, indo para outras marcas como Acer, Asus, Avell, LG, Samsung, Vaio e outras. No varejo, para montar desktops, os modelos também estão no mercado - com exceção do Core i3 Unlocked, que chega nos próximos meses. Os preços continuam os mesmos da sexta geração.