Incerteza política diminuirá gasto global com tecnologia em 2017

Por Redação | 04 de Janeiro de 2017 às 12h43

Imagem: Depositphotos/Neirfys

A Consumer Electronic Association (CTA) estima que o gasto mundial com produtos tecnológicos deve sofrer uma redução de 2,2% neste ano em relação a 2016. Em um estudo, a associação norte-americana aponta o fortalecimento do dólar e a incerteza política devido à saída do Reino Unido da União Europeia e a chegada de Donald Trump à Casa Branca como fatores para a queda.

A previsão foi anunciada pelo diretor de estudos de mercado da CTA, Steve Koenig, antes da abertura da Consumer Electronics Show nesta terça-feira (03). Segundo o executivo, os consumidores de todo o mundo devem gastar cerca de US$ 929 bilhões em smartphones e outros dispositivos tecnológicos em 2017, valor inferior aos US$ 950 bilhões registrados em 2016. Ele explica que os números são baseados na "incerteza após a eleição de Trump e o Brexit".

"Este ambiente de incerteza certamente impactará nos gastos dos consumidores, nos investimentos das empresas e nos dos governos", argumentou Koenig. O fato de o dólar ter ganhado força nos últimos meses também configura um fator de "importante impacto" na opinião do executivo, pois a alta da moeda norte-americana reduz as quantias gastas em tecnologia em outros países e a desvalorização de alguns produtos.

O relatório da CTA também afirma que o setor continuará fortemente dependente dos smartphones, responsáveis por 47% de todos os gastos em eletrônica em 2017. "O smartphone está no centro do universo do consumidor de tecnologia", disse o executivo.

Apesar dessa supremacia, o momento inspira cautela, já que a expectativa é que o crescimento do volume de vendas e receitas dos gadgets experimentem uma certa estagnação.

Fonte: G1

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.