IBM investirá em projeto de big data de código aberto, o Apache Spark

Por Redação | 16 de Junho de 2015 às 12h31

A empresa americana IBM está cada vez mais fazendo trazendo importância ao big data, apostando na força de sua marca para consolidá-lo como ferramenta estratégica nos mais variados setores. Assim, a IBM espera que o big data esteja presente na identificação e segmentação de clientes, passando pelo planejamento e análise financeiros, vendas e atendimento de pedidos, e chegando aos sistemas para controle de departamentos e processos.

Um anúncio da empresa, nesta segunda-feira (15), mostrou que as pretensões da IBM em relação ao big data são bastante significativas. A companhia está realizando um grande investimento, envolvendo o apoio a desenvolvedores de software, desenvolvimento tecnológico e programas de treinamento, em um projeto open source para análise de dados em tempo real, chamado Apache Spark. Robert Picciano, vice-presidente sênior de negócios de análise de dados da IBM, afirmou que o aporte no projeto será de "centenas de milhões de dólares" por ano.

O Apache Hadoop tem tomado grande parte dos investimentos e das atenções no mercado de software de big data até agora, além das empresas distribuidoras do software, tais como MapR, Cloudera e Hottonworks. Trata-se de uma plataforma de big data de código aberto, que roda em cima do servidor Apache em distribuições do Linux. Com o Hadoop é possível manipular e analisar grandes volumes de todos os tipos de dados. A tecnologia foi elaborada por empresas nativas da internet como Google e Yahoo.

O Spark promete acelerar todo o processo de análise feito pelo Hadoop, que já é considerado capaz de analisar grandes volumes de dados. Isso será possível por meio de um processamento em tempo real de dados de sensores para transações de vendas online. A tecnologia do Spark foi elaborada pelo Laboratório de Algoritmos, Máquinas e Pessoas da Universidade de Berkeley, no estado da Califórnia, Estados Unidos. "É uma tecnologia crucial que irá tornar realmente possível cumprir a promessa do big data", disse Picciano ao New York Times. De acordo com ele, a promessa é possibilitar de forma rápida insights de dados para economizar tempo e custos, além de identificar oportunidades em áreas como vendas e desenvolvimento de novos produtos.

Projetos relacionados ao Spark contarão com mais de 3,5 mil desenvolvedores e pesquisadores da IBM. A empresa pretende contribuir com a tecnologia de aprendizado de máquina e também estima oferecê-lo como um serviço em sua plataforma de desenvolvimento de software em nuvem, o Bluemix. Além do mais, a empresa irá abrir um centro de tecnologia Spark em San Francisco, na Califórnia.

Os analistas ouvidos pelo New York Times afirmaram que, ao abraçar um projeto de código aberto, a IBM espera atrair desenvolvedores e reforçar sua posição no mercado de big data, em rápido crescimento. A empresa também espera conseguir atrair mais engenheiros de software para utilizar suas grandes ferramentas de dados. "É antes de tudo uma estratégica para conquistar mentes — e os corações — de desenvolvedores", disse o analista da IDC, Dan Vesset.

Ainda de acordo com os analistas, a IBM necessita de um ecossistema de tecnologias, visto que é um grande player e tem influência no mercado, mesmo que não obtenha lucros imediatos a partir do projeto. Segundo Mike Gualtieri, analista da Forrester Research, "a IBM levanta dinheiro com a construção de soluções para os clientes. Isso, em última análise, é o que faz sentido para a empresa".

Via The New York Times

Fonte: http://convergecom.com.br/tiinside/15/06/2015/ibm-anuncia-investimento-em-projeto-de-big-data-de-codigo-aberto/?noticiario=TI&__akacao=2440952&__akcnt=2a5ceca8&__akvkey=da78&utm_source=akna&utm_medium=email&utm_campaign=TI+INSID

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.