HP Enterprise conquista resultados acima da expectativa do mercado

Por Redação | 04 de Março de 2016 às 14h59
photo_camera BRUNO HYPOLITO / CANALTECH

Após ser dividida em novembro do ano passado, muitas dúvidas pairaram sobre o futuro da HP. Mas os resultados referentes ao primeiro trimestre como empresa independente mostraram que a Hewlett Packard Enterprise, sob o comando de Meg Whitman, conseguiu superar as expectativas do mercado, mesmo apesar da queda de 3% no volume de negócios e 51% nos lucros.

A Hewlett Packard Enterprise Co., que inclui a unidade de hardware e de serviços da HP, conseguiu 11,6 bilhões de euros em vendas no último trimestre, finalizado em 31 de janeiro. Ignorando a flutuação cambial, que tem afetado várias outras grandes empresas, o aumento seria de 4% em relação ao mesmo período anterior.

Apesar dos lucros caírem 51% para 245 milhões de euros, o que significa 0,15 centavos de dólar por ação, o resultado ficou acima da expectativa de Wall Street, que esperava que a Hewlett Packard Enterprise conseguisse entre 0,09 a 0,13 centavos de dólar por ação. A companhia também conseguiu 6.5 bilhões de euros em receita, o que significou um aumento de 1% em relação ao mesmo período do ano anterior. Ainda que muitos segmentos da companhia tenham registrado queda nas receitas, o segmento de networking obteve um surpreendente crescimento de 54%. Após o anúncios dos resultados, as ações da empresa subiram 6,4%.

Para a CEO, o resultado do primeiro trimestre como companhia independente mostrou que a Hewlett Packard Enterprise está 'mais focada e ágil'. "Entregamos o terceiro trimestre consecutivo de crescimento de faturação em câmbio constante, e excluindo o impacto da recente atividade de fusões e aquisições, vimos um crescimento do volume de negócios em todos os segmentos de negócio pela primeira vez desde 2010", observou Whitman em comunicado.

Na divisão Enterprise, as vendas atingiram 4 bilhões de euros, enquanto que na unidade de Software, as receitas de licenças caíram 6%, o segmento de suporte baixou 13% e os serviços profissionais também tiveram decréscimo de 7%. Quanto ao segmento de SaaS, a queda foi de 9%. Os serviços financeiros da companhia registraram um volume de negócios de 712 milhões de euros, o que representa uma queda de 3% comparada ao mesmo trimestre do ano passado. Vale lembrar, no entanto, que com o câmbio constante, o resultado se transformaria em um aumento de 3%.

Fonte: HPE

Fonte: http://www.bitmag.com.br/2016/03/hp-enterprise-bate-expectativas-no-primeiro-trimestre-como-empresa-independente/

Instagram do Canaltech

Acompanhe nossos bastidores e fique por dentro das novidades que estão por vir no CT.