HoloLens chega no ano que vem para desenvolvedores

Por Redação | 03 de Agosto de 2015 às 11h45

O futuro parece estar mais próximo de nós. De acordo com a Microsoft, o HoloLens deve chegar já no ano que vem às mãos de desenvolvedores interessados, que poderão começar a produzir experiências e trabalhar com o dispositivo. A ideia é que a coleção de softwares seja bastante significativa, com aplicações nas mais diversas áreas, quando o produto efetivamente chegar às mãos dos usuários finais, em data ainda não revelada.

A previsão foi dada pelo próprio CEO da Microsoft, Satya Nadella. De acordo com ele, ainda pode levar algum tempo até que os consumidores coloquem as mãos no HoloLens. Por outro lado, a empresa estaria trabalhando a todo vapor para entregar o equipamento nas mãos dos desenvolvedores, pois sabe que eles devem ser os principais responsáveis pelo sucesso da plataforma, já que de nada adianta ter um aparelho cheio de potencial, mas sem opções interessantes de utilização.

Não apenas os produtores de software devem receber o dispositivo em 2016, mas também alguns parceiros do segmento corporativo. Isso porque a Microsoft enxerga que o HoloLens também pode ter bastante utilidade em tais setores, servindo não apenas como uma novidade para aumentar a imersão em jogos ou aplicações de entretenimento ou educação, por exemplo, mas também como uma ferramenta de trabalho.

Segundo Nadella, o ideal agora é dar um passo de cada vez. Segundo ele, as tecnologias de realidade virtual em si ainda estão em estágio de amadurecimento, portanto o segmento de “computação holográfica” está ainda mais distante disso. Apesar dessa característica, o CEO acredita que a Microsoft está em um bom caminho para a vanguarda do setor e, justamente por isso, trabalha em ritmo acelerado para colocar o HoloLens na mão dos desenvolvedores.

Os usuários finais, porém, podem ter que esperar até cinco anos justamente por causa dessa necessidade de amadurecimento. Para Nadella, é preciso que o mercado entenda exatamente o que pode ser feito com a tecnologia e, acima de tudo, integrá-la de forma instigante a plataformas como o Windows 10, por exemplo, antes de pensar em torná-la um produto para o consumidor e com potencial de venda.

Apesar dessa necessidade, Nadella garante que todo e qualquer aplicativo desenvolvido com foco no Windows 10 – além do sistema operacional em si – poderá ser adaptado de maneira fácil para funcionar com o HoloLens. Mesmo assim, a empresa pretende tomar cuidado com a implementação da tecnologia, de forma a entregar algo que realmente faça sentido e tenha significado, e não apenas uma inovação.

A Autodesk, fabricante do Autocad, é das empresas que já estão ao lado da Microsoft na idealização de experiências para o HoloLens. O mesmo vale para a desenvolvedora de Minecraft, a Mojang, que durante a E3 2015 apresentou uma ideia de interação com os óculos feita em seu título de maior sucesso.

Fontes: BBC, The Verge

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.