Hack do FBI deve impactar negativamente vendas do novo iPhone SE

Por Redação | 07 de Abril de 2016 às 15h40
photo_camera Divulgação

Se você tem acompanhado os noticiários nas últimas semanas, deve ter ouvido falar sobre como o FBI foi capaz de acessar informações criptografadas do iPhone do terrorista de San Bernardino, tudo sem ajuda da empresa fundada por Steve Jobs. Com terceiros violando a "segurança impenetrável" dos dispositivos Apple, agora os consumidores estão pensando duas vezes antes de adquirir produtos da Maça.

De acordo com uma enquete realizada pelo portal Fortune entre os dias 1º e 3 de abril, mais de duas mil pessoas disseram que o "hackeamento" do iPhone pelo FBI os fez pensar duas vezes antes de comprar um novo smartphone da Apple.

Quase um terço dos participantes da pesquisa disseram que agora se sentem menos inclinados a comprar um iPhone, enquanto 21% disseram que ainda não sabem ao certo como o caso de San Bernardino se refletirá em suas decisões de compra. Quando questionados sobre suas opiniões em relação à privacidade, 49% dos entrevistados disseram estar muito mais preocupados com sua privacidade depois do caso.

O resultado dessa enquete vem em péssima hora para a Apple. Segundo especialistas, espera-se que as vendas do novo iPhone SE tenham um declínio nas próximas semanas. Os novos dados corroboram a análise de Katy Hubert, analista financeira chefe da Morgan Stanley. Segundo ela, as vendas do iPhone devem cair de 231 para 218 milhões de unidades nos próximos meses, número que representa uma queda de 5,7%.

Você ainda compraria o novo iPhone SE?

Via ZD Net 

Inscreva-se em nosso canal do YouTube!

Análises, dicas, cobertura de eventos e muito mais. Todo dia tem vídeo novo para você.