GVT deixa de existir a partir de 15 de abril deste ano

Por Redação | 26 de Fevereiro de 2016 às 14h28
photo_camera Reprodução/Side3

A GVT informou a seus clientes que deixará de existir a partir de 15 de abril deste ano. A mudança ocorre como parte da reestruturação iniciada em maio de 2015, devido à aquisição da companhia pela Telefônica, em dezembro de 2014. Agora, todos os serviços — telefonia fixa, móvel, banda larga e televisão — serão unificados em torno da marca Vivo.

“Como você já deve estar sabendo, a Vivo e a GVT estão se unindo”, escreve na carta o presidente da companhia Amos Genish. “Desde maio de 2015, estamos trabalhando para aumentar ainda mais os nossos padrões de qualidade, serviços e benefícios exclusivos. O próximo passo dessa união irá acontecer no dia 15 de abril. A partir desse dia, a marca GVT passa a se chamar Vivo.”

Além da marca, outras mudanças significativas dizem respeito ao código de longa distância — que deixa de ser o 25 da GVT e passa a ser o 15 da Vivo — e também ao número da central de atendimento da empresa — sai o 10325 e entra o 10315. Além disso, o site da GVT passar a ser acoplado à página da Vivo. Em relação aos pacotes contratados pelos clientes, a Vivo informa que vai honrar os contratos e apenas alguns nomes sofrerão alterações, como “GVT Freedom” (para “Vivo Freedom”), “GVT Protege” (“Vivo Protege”) e “Minha GVT” (“Meu Vivo Fixo”).

GVT Vivo

GVT deixa de existir em 15 de abril. (Foto: Divulgação/GVT)

Por outro lado, os antigos clientes da GVT passam definitivamente a ser clientes Vivo, podendo usufruir dos benefícios do programa Vivo Valoriza, que dá descontos em cinemas, compras de aparelho e também na contratação de novos serviços da operadora.

Fonte: GVT

Siga o Canaltech no Twitter!

Não perca nenhuma novidade do mundo da tecnologia.