Grupo sem fins lucrativos estuda o impacto dos carros autônomos no mercado

Por Patrícia Gnipper | 19 de Junho de 2018 às 18h31

Um grupo sem fins lucrativos foi formado por grandes nomes do transporte urbano, como Uber, Lyft e Waymo, além de montadoras como Ford, Toyota e Daimler, para estar o impacto da direção autônoma no mercado. A organização quer prever como milhares de trabalhadores podem perder seus empregos com a popularização dos carros autônomos no futuro.

O Partnership for Transportation Innovation and Opportunity (PTIO) deseja, em seus primeiros seis meses, desenvolver "um entendimento completo e baseado em dados sobre o impacto e as implicações dos veículos autônomos no futuro do trabalho", além de coletar conhecimentos, determinar objetivos e levantar preocupações das partes interessadas. Com isso, o grupo espera promover a conscientização das oportunidades de carreira existentes e de curto prazo para trabalhadores durante esse período de transição para uma nova economia autônoma impulsionada pelos veículos.

Ainda, o grupo acredita que "a implantação segura da tecnologia [de veículos autônomos] é fundamental para garantir melhores oportunidades de trabalho, e uma variedade de partes interessadas já está tendo conversas e planejando essa transição", conforme declarou a diretora executiva do PTIO, Maureen Westphal.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

A diretora diz também que parte do objetivo do grupo é promover o debate sobre questões relacionadas à aceitação dos carros que dispensam a direção humana. "Nossa esperança é que, ao fazê-lo, ajudemos a gerar consenso em torno de algumas políticas e iniciativas proativas que ajudem a garantir que todos se beneficiem dessas inovações tecnológicas; ao mesmo tempo, percebemos que, ao promover o debate, poderemos gerar conversas desconfortáveis para algumas partes, incluindo nossos membros", disse.

Fonte: The Verge

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.