Google vai permitir pesquisa por sintomas direto no motor de buscas

Por Redação | 21 de Junho de 2016 às 18h45

O motor de buscas do Google já mostrou que é capaz de muito mais do que apenas apresentar alguns links ou mapas nos resultados das pequisas. Nesta terça-feira (21), uma nova atualização trará mais um recurso inovador para o app oficial do Google para dispositivos móveis. A partir de hoje, será possível obter resultados da condição de saúde atual dos usuários utilizando apenas os sintomas como termos de busca.

A novidade vai funcionar da seguinte forma: quando os usuários buscarem por diferentes sintomas no app de buscas do Google, uma lista de cartões vai mostrar um sumário básico com causas, fatores de risco e quais doenças o sintoma em questão pode estar relacionado. Caso sejam sintomas individuais e mais simples, o Google vai mostrar uma série de informações além de sugerir opções de automedicação que podem resolver o problema sem precisar fazer uma visita ao médico. Além disso, quem utilizar o recurso pode optar por enviar feedback, bem como ver quais fontes foram utilizadas pelo motor de buscas para sugerir os eventuais tratamentos.

A lista de sintomas foi criada utilizando como base uma série de condições de saúde já mencionadas repetitivamente nos resultados de buscas do Google. Além de todos estes sintomas, as informações foram comparadas com dados fornecidos por especialistas da área de saúde. Buscando verificar os dados de forma ainda mais precisa, uma equipe de médicos revisou com cuidado todos os sintomas individuais listados, comparando-os um a um com informações de especialistas do Harvard Medical School e da Mayo Clinic.

1

A nova função deve ser útil, já que, segundo os dados do Google, 1% de todas as pesquisas feitas no motor de buscas são relacionadas com sintomas ou doenças. É claro que a companhia recomenda utilizar a ferramenta com cautela e não descarta a possibilidade de que pode, sim, ser necessário ir ao médico para tratar de forma mais precisa certos sintomas.

A ferramenta de busca através de sintomas será liberada inicialmente para dispositivos móveis já nos próximos dias — por enquanto, somente os EUA vão ter acesso ao recurso. Mesmo assim, o Google promete expandir a novidade assim que possível para outros idiomas e países, além de focar na expansão da lista de sintomas com o passar do tempo.

Fonte: Google Search Blog