Google vai lançar nova ferramenta de direcionamento de anúncios

Por Redação | 23 de Abril de 2015 às 12h33
TUDO SOBRE

Google

Soa estranho que, enquanto Facebook, Yahoo e outros começam a dar seus pulinhos no campo da publicidade online, o Google, grande soberano desse meio, permaneça parado. Rumores sobre os rivais surgem aqui e ali, enquanto a gigante das buscas, aparentemente, permanecia inerte. Ou não, já que de acordo com uma fonte próxima à companhia, ela está trabalhando em um sistema que deve tornar sua oferta de anúncios ainda mais direcionada.

Chamada DoubleClick Audience Center, a iniciativa deve permitir que os clientes utilizem não apenas os dados de navegadores e acompanhamentos de navegação, como também insiram suas próprias informações. Empresas poderiam, por exemplo, cadastrar dados de seus programas de fidelidade ou bancos de pesquisas realizadas com terceiros, de forma a tornar a propaganda muito mais certeira.

A ferramenta, claro, deve funcionar tanto na web quanto nos celulares e tablets. O trabalho já vem sendo realizado há algum tempo – desde novembro do ano passado, pelo menos – e foi confirmado pelo Google, que apenas disse estar mesmo desenvolvendo uma ferramenta do tipo, mas sem dar mais detalhes sobre isso.

PECHINCHAS, CUPONS, COISAS GRÁTIS? Participe do nosso GRUPO DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

O objetivo, obviamente, é manter a escala que já existe hoje. O Google, com seu sistema DoubleClick, tem um market share de 69% em publicidade online, mas vê seus concorrentes crescendo em importância e números muito rapidamente. Todos, claro, ainda estão longe de chegar a uma posição em que realmente incomoda, mas para a empresa, a ideia é justamente não deixar que eles se aproximem desse patamar.

E esse crescimento dos menores vem acontecendo justamente por uma diferenciação essencial, que é inclusive fruto de críticas por parte de alguns anunciantes quanto à efetividade das soluções. Enquanto o Facebook, por exemplo, usa dados mais assertivos e entregues de bom grado pelos usuários da rede social, o Google confia em dados de acesso para fazer a entrega de publicidade, informações que nem sempre refletem interesses reais ou a personalidade de quem acessa. O resultado é um volume muito maior de dados, o que pode ser positivo, mas também um menor direcionamento.

O DoubleClick Audience Center ainda não tem previsão de lançamento, mas aparentemente, já vem sendo exibido em eventos para parceiros e potenciais usuários. É possível que ele até mesmo já esteja sendo testado, principalmente para garantir compatibilidade com diversos fluxos de dados diferentes e gerar resultados que sejam interessantes tanto para o Google quanto para seus anunciantes.

A conclusão para os especialistas no mercado é que as cartas mais fortes estão sendo lançadas na mesa e, agora, com o Facebook saindo de seu próprio cercadinho e chegando também a sites e uma rede de parceiros, não deve demorar para que essa briga fique forte de verdade. Quando isso vai acontecer, porém, ainda permanece como uma incógnita.

Fontes: AdWeek, Business Insider

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.