Google vai implementar plataforma AMP em todos seus serviços mobile

Por Redação | 03.08.2016 às 09:09

Lançada há cerca de seis meses nos resultados de buscas feitas em smartphones, a plataforma Accelerated Mobile Pages (AMP) do Google será implementada em todos os serviços móveis da gigante. A plataforma é uma versão do Google para o Instant Articles do Facebook e permite que os usuários tenham acesso rápido e mais leve a conteúdos de seu interesse.

Por enquanto, a companhia disponibilizou a tecnologia em caráter de testes em um hotsite para que os usuários possam conhecer a ferramenta e dar feedbacks. Rudy Galfi, gerente de produtos da equipe do AMP, disse que os desenvolvedores acreditam que a ferramenta já esteja “pronta para mais” depois do sucesso no app de buscas.

Google AMP

Cerca de 650 mil domínios já têm alguma página fazendo parte do AMP, e, de acordo com Galfi, vários desses sites vão além dos sites de notícias - aumentando ainda mais a gama de conteúdo que os usuários poderão acessar por meio da plataforma. Será possível até mesmo incluir páginas de lojas virtuais no AMP em um futuro próximo.

As vantagens são diversas, mas a rapidez e a leveza no acesso àquele conteúdo é o que mais chama a atenção no AMP. Por exemplo, as páginas comuns carregam até quatro vezes mais rapidamente do que quando abertas por outras vias, levando menos de um segundo para serem carregadas no dispositivo. Um dos motivos para isso é que o AMP sintetiza o conteúdo da página em uma página mobile mais leve, além de carregar anúncios de maneira significativamente mais rápida sem interromper a leitura do usuário (como acontece, por exemplo, ao abrir a página no navegador do celular e ser surpreendido com um banner ocupando toda a tela do aparelho).

De acordo com um porta-voz do Google, a AMP será disponibilizada para os demais serviços da gigante ao longo dos próximos meses, mas ainda não há um prazo específico para o fim dessa ação.

Fonte: Techcrunch