Google pode sofrer processo por práticas de mercado desleais com o Android

Por Redação | 18.04.2016 às 11:45
photo_camera Divulgação

Não é a primeira vez que órgãos que regulamentam o mercado na Europa se voltam contra o Google. Desta vez, a suspeita da Comissão Europeia (CE) é de que a gigante da web tenha usado de sua posição dominante no mercado de sistemas operacionais mobile para forçar fabricantes a incluírem os apps Google em seus gadgets. Caso isso fique provado, a dona do Android pode ser processada de acordo com as leis antitruste que vigoram no continente europeu.

As investigações começaram em abril de 2015 e, agora, a CE deu um prazo de 24 horas para que o Google se posicione a respeito do tema, prestando mais informações às autoridades. Segundo o site do Financial Times, o prazo curto oferecido pelas autoridades indica a tendência de se finalizar de vez as investigações após um ano e, com isso, realizar uma acusação formal à empresa estadunidense. Segundo uma fonte da página inteirada do tema, é possível que a acusação ou um comunicado público listando as objeções da Comissão contra o Google seja emitido ainda nesta quarta-feira (20).

Caso a companhia de Mountain View seja considerada culpada neste caso, ela pode ser condenada a pagar uma multa de 10% de toda a sua receita anual — em 2015, o Google arrecadou US$ 74,5 bilhões, o que geraria uma multa de US$ 7,45 bilhões. Além de investigar se a gigante da web forçou as empresas a incluírem os serviços Google em seus gadgets, a CE procura descobrir se o Google trabalhou para barrar o desenvolvimento de sistemas rivais por essas empresas ou a inclusão de aplicativos de outras companhias nos dispositivos com Android.

Fonte: Financial Times