Google passa a trazer informações detalhadas sobre furacões em seus buscas

Por Redação | 28 de Agosto de 2015 às 11h12

O Google anunciou uma novidade que vai ajudar muita gente a se proteger de tornados e furacões. Conforme revelado pela empresa, as pesquisas sobre esses fenômenos feitas em seu sistema de busca vão trazer informações detalhadas, incluindo notícias, dicas para se preparar e até um mapa que mostra a rota prevista para ele.

Para isso, a empresa vai coletar dados fornecidos pela Administração Nacional Oceânica e Atmosférica, o órgão norte-americano que acompanha esses eventos climáticos. A partir dessa parceria, os usuários que buscarem qualquer informação sobre um furacão específico vão encontrar várias informações úteis que vão ajudar na hora de se proteger.

Isso inclui não apenas o mapa e o trajeto do furacão, mas também dados sobre a velocidade estimada dos ventos, tempo estimado para chegar ao local onde você se encontra e até mesmo algumas recomendações de como se preparar para suportar a passagem do fenômeno em segurança.

Google Furacão

Para nós é um pouco estranho imaginar a necessidade de algo assim. Embora esses desastres naturais sejam quase que completamente desconhecidos por aqui, eles são bem comuns para o pessoal do hemisfério norte e, com a aproximação da época do ano em que tornados e furacões se tornam mais frequentes, a iniciativa do Google se transforma em uma excelente ferramenta para minimizar os estragos.

E a ideia para isso é bem simples. A partir do cruzamento das informações cedidas pela entidade com os dados do próprio usuário, a empresa é capaz de trazer dicas realmente úteis de sobrevivência. Parece exagero, mas saber quando o furacão vai atingir aquela região permite que a empresa ofereça sugestões eficazes a partir da urgência de cada caso.

Supondo que o tornado vá passar pela sua cidade em uma semana, as recomendações feitas pelo sistema de buscas serão menos urgentes do que as que vão ser exibidas para alguém que está a poucas horas de encarar as tempestades.

O Google explica que a intenção é exatamente facilitar a preparação de todo mundo, não importando onde a pessoa está e nem o tamanho do furacão que ela vai ter que enfrentar. Para ela, essa novidade é apenas mais um reflexo de seu constante investimento no setor de Controle de Crises, uma vez que ela considera que a informação é a melhor maneira de ajudar a população nesses casos.

Via: Google, Übergizmo

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.